14 de Maio de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

LUCINDA FERREIRA

Quando amanhece…

9 de Abril 2021

Acho que me casei porque queria ser mãe. Não me importaria de ser mãe solteira! Sinto que o que eu tenho feito melhor, ao longo da vida, foi amar minha Mãe, amar meus Filhos, meus Alunos e os humildes mais desprezados.

Com meus Filhos desvelei-me o mais que pude, não me poupando a todos os esforços necessários. Só tive ajuda da minha mãe.

Aos 27 dias andados, de 1971, uma nova primavera despontou, naquela manhã, dentro do meu coração. Pelas 7h30 de um sábado florido e morno, de 1971, nasceu o meu primeiro filho, o Pedro. Foi um dos acontecimentos mais marcantes da minha vida! Senti que afinal, eu também era gente… Tinha trazido alguém a este mundo, não sem um grande sofrimento. Dor e coragem! Não havia epidural. Era tudo ao natural e com muita dor.

Dez meses depois, tive outra filha, num grande esgotamento e cansaço, sem qualquer apoio (…). A tolerância profissional, no ensino, também era apenas de um mês, pós parto.

Aquando do nascimento do meu primeiro filho fiz um inquérito, a recém parturientes, para apreciação dos sentimentos, que aquele ato único tão profundo, de vida e morte, lhes trouxera.

Um parto, sobretudo sem os meios atuais, não era coisa nada fácil. São duas ou mais vidas que se cruzam, em mundos arriscados e perigosos.

E isso ainda era só o início…

Passada uma semana, marcou-me a fogo, como se me estivessem a espetar o coração, ver uma agulha tão grande, entrar no bracinho tão frágil do meu menino.

Daí para a frente, compreendi que desde que um óvulo se encontra com o esperma, nunca mais há sossego no coração de uma mãe! O vínculo é eterno.

Como disse S. João Bosco, o amor é o sentimento mais arriscado que existe.

Eu acrescentaria: ainda assim, o AMOR é a fonte mais pura que alimenta e faz avançar o mundo. Que dá sentido às nossas vidas!

“Amor de mãe vence preconceitos, supera os limites, enfrenta todos os desafios e te ajuda a vencer. Amor de mãe, só Deus para entender. Simplesmente amor!” – Bárbara Adriélle.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM