14 de Agosto de 2022 | Coimbra
PUBLICIDADE

FAVA regressa hoje a Côja

5 de Agosto 2022

A Feira de Artesanato, Velharias e Antiguidades (FAVA) em Côja, depois de dois anos de interregno, está de regresso de hoje (5) até domingo (7), à União de Freguesias (UF) de Côja e de Barril do Alva.

Este evento é dos mais relevantes do concelho de Arganil e a FAVA tem como propósito, ao longo dos anos da sua realização, mostrar os produtos da região, desde a gastronomia ao artesanato. Pretende também dar a conhecer as tradições e vivências da UF, de forma a contribuir para a promoção do território estimulando a economia local.

O certamente começa hoje, pelas 19h30, com a animação de boas-vindas da banda Jabardixie Jazz Band, seguindo-se do tributo aos ingleses Coolplay, pelas 21h00 e a noite acaba com a atuação do DJ The Doctor Doc.

Amanhã vai subir ao palco a banda Barrilbass, pelas 19h30, e os The Lucky Duckies para celebrar os seus 35 anos de carreira, que são a cabeça de cartaz deste ano. No domingo, último dia do evento, a FAVA recebe o Grupo Folclórico da Eslováquia, pelas 19h00, e a animação do sons e Suadelas, às19h30. O certame encerra à noite ao som dos clássicos dos anos 80, com a atuação dos MT80, pelas 21h00.

O público infantil, como não podia faltar, vai ter acesso às animações apropriadas como os insufláveis. “Fizemos um programa que fosse abrangente, tanto para os mais pequenos como para os adultos, para que pudesse ser um ambiente mais familiar. Quem se deslocar à FAVA encontra aqui uma panóplia de diversões”, sublinha o presidente da UF de Côja e Barril do Alva, João Tavares.

O Parque Verde do Prado vai acolher cerca de 40 expositores, desde o artesanato, às velharias, provenientes do concelho e arredores. Também vai contar com espaços próprios de comida e de bebida.

Além do certame, os visitantes de Côja, nesta altura de festa, podem também deliciar-se com as quatro praias fluviais da freguesia, nomeadamente a Praia Fluvial do Caneiro que recebeu este ano o galardão da Quercus pela qualidade e excelência da água.

A imagem de marca de Côja é as Portas de Açor.  “Aqui perto é a Serra do Açor e nós somos, literalmente, a porta para a Serra. Daí termos registado a marca como Portas de Açor. Para quem não conhece o Açor é uma ave de rapina muito semelhante à águia, mas de porte mais pequeno e pode vê-la ao longo da região”, sublinha João Tavares.

A UF vai estar em festa ao longo do ano, com momentos que irão atrair os moradores da região, nomeadamente as comemorações dos 900 anos da doação das terras de Côja por D. Teresa de Leão ao bispo de Coimbra.

 


  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM