4 de Agosto de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

MANUEL BONTEMPO

Apontamento

1 de Abril 2021

Jacqueline Moys e Susan Harrison são duas pintoras que muito contribuíram para o desenvolvimento das artes plásticas em Coimbra, inglesas, mas dedicadas ao nosso meio com exposições de grande valia.

A observação aliada a um estupendo desenho e um saber cobrir a tela é uma constante em Susana Harrison e o afeto pelas nossa coisas, a natureza, o desejo sempre latente de glorificar a terra, os homens, as figuras, os tipos singulares marcaram de modo especial as artes no nosso meio e onde teve relevâncias Pedro Olaio, José Berardo, Vítor Matias, Luís Pimentel, João Carolo, Zé Penicheiro, Mário Silva, Cunha Rocha, Alda Belo, Lucy Andrade e outros.

Existiu uma propensão naturalista da escola inglesa, um pendor para a teurgia, ou para os mistérios do homem-terra para além das transparências que muito singulariza esta grande artista que vai buscando o seu caminho, ora numa alegria surpreendida e ora em certa nostalgia da beleza reencontrada dando grande impulso na pintura em Coimbra.

Era, então, o pintor Hébil o impulsionador das artes plásticas com os comentários, à mesa do Café Brasileira!


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM