27 de Outubro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

The Navigator e FNAP unem-se na promoção da apicultura

5 de Fevereiro 2021

A The Navigator Company acaba de estabelecer um protocolo de colaboração com a Federação Nacional dos Apicultores de Portugal (FNAP), uma parceria que pretende conciliar a gestão florestal com a operacionalidade da apicultura, potenciando a qualidade do pólen e do mel. Este acordo tem também como finalidade contribuir para a defesa, proteção e desenvolvimento da atividade apícola, bem como para uma gestão florestal eficiente e sustentável.

“Sendo uma prática de elevada importância nos ecossistemas florestais, nomeadamente pelo benefício que é fornecido pela polinização e que cumpre um papel regulador importante como serviço do ecossistema, é possível valorizar, através da atividade apícola, produtos florestais não lenhosos como é o caso do mel, do pólen e da própolis”, explica a The Navigator.

Dá ainda conta que, entre todos os polinizadores, “as abelhas são responsáveis por cerca de 80 por cento da polinização dos alimentos disponíveis para o homem e para os animais”, tendo, por isso, “um papel fundamental no equilíbrio do ecossistema, já que sem elas não existiriam grande parte dos produtos agrícolas necessários para consumo humano e para alimentar os animais, tais como frutos, cereais e produtos hortícolas”. Além disso, as abelhas são, ainda, enquanto agentes polinizadores, responsáveis por garantir a conservação da biodiversidade.

De referir que as abelhas estão entre as espécies que se encontram em risco de extinção na Europa, uma realidade que pode ser provocada por vários fatores, como a poluição, a degradação de habitats, a utilização de alguns pesticidas e, também, as alterações climáticas.

Sabendo que a manutenção da apicultura contribui para uma maior presença humana nas florestas, assegurando uma maior vigilância desses espaços e valorizando o envolvimento com as comunidades e associações locais, a The Navigator explica que decidiu avançar com esta parceria como “forma de ajudar na defesa, na proteção e no desenvolvimento da apicultura em Portugal, através da entidade que representa o setor”.

No âmbito deste protocolo, a empresa cede à FNAP, a título temporário e gratuito, parcelas que integram o património florestal do grupo para que os apicultores inscritos nas associadas da Federação possam aí proceder à instalação de apiários e desenvolver a sua atividade. Além do cumprimento da legislação aplicável relacionada com a floresta, garante também que a zona de colocação dos apiários, assim como as zonas de acesso, é mantida limpa dos sobrantes resultantes da sua atividade silvícola, garantindo também, a correta formação dos seus técnicos e operadores florestais que frequentam a zona para realização de trabalhos nas imediações dos apiários, de forma a promover a sua segurança. Assegura, ainda, a gestão das parcelas para renovação de pastagens, eliminação de restolho e gestão de massas combustíveis, recorrendo a práticas sustentáveis físicas e mecânicas, sem prejuízo para o pastoreio apícola.

A empresa adianta que nas florestas que estão sob sua gestão estão identificadas, atualmente, 235 espécies de fauna e 740 espécies de flora, incluindo várias espécies protegidas e endémicas, número que tem vindo a subir.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM