27 de Outubro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

ANTÓNIO INÁCIO NOGUEIRA

Testemunhos: Fábulas e lendas imortais

26 de Fevereiro 2021

Deu ao prelo uma edição sobre Fábulas e Lendas Imortais, organizada por um jornal de grande tiragem de que me reservo a fazer propaganda. É um jornal que não compro, por não ser do meu agrado. E por aqui me fico.

No entanto, em nome da verdade, de onde em quando, imprensa publicações de grande valia que compro e das quais faço coleção. É o que se passa com esta que faz o tratamento e a descrição das fábulas e lendas maravilhosas e universais que todos deveriam ler e conhecer (jovens e velhos), pois nada influenciou tanto o nosso património cultural como os vários mitos clássicos.

A mitologia é um herança universal e imperecível. A tragédia de Édipo ou a ousadia de Prometeu, emocionam quem quer que as leiam porque contam muitas das nossas próprias paixões, logo insistem em arrebatar leitores de hoje tal qual o faziam com aqueles que as conheceram há milhares de anos. Lembram-me os Lusíadas do nosso Camões!

O nosso património cultural foi bastante impressionado como os vários mitos clássicos. As suas principais personagens serviram de inspiração a muitas das suas vertentes. Até mesmo a cosmologia se socorreu delas para denominar constelações. Por exemplo, quem não conhece Vénus com o seu brilho cintilante? E quantas histórias já se fizeram à sua volta que tanto empolgam crianças e adultos?

Conhecer a mitologia clássica é insubstituível para entender e apreciar grande parte da arte antiga e moderna. “Este importante legado tornar-se-á indecifrável se não explorarmos as maravilhosas histórias dos deuses e heróis clássicos. … todos os heróis, monstros, deuses e deusas, as viagens épicas de Ulisses e Eneias; a fundação de Roma, as incríveis aventuras de Jasão e o confronto de Teseu com o Minotauro.” Mitos e ritos maravilhosos.

Nesta coleção de versões fantasiadas dos melhores mitos de todos os tempos, contam-se em prosa elegante e intemporal, na minha modesta opinião, todo o dramatismo da ação e o rigor das fontes respeitantes, por exemplo, a deuses do Olimpo, monstros, heroínas, divindades da natureza, os grandes heróis. Ulisses, Minotauro, Hércules, etc, etc, tudo está relatado.

Caro leitor, vá a um quiosque que ainda venda jornais, infelizmente cada vez são menos, e peça para consultar. Leia um pouco. Vai ver que fica encantado.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM