28 de Outubro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Interface da Ponte de Eiras já está em construção

19 de Março 2021

Já está em construção o interface de Eiras, junto à Escola Rainha Santa Isabel, na Adémia. Este será um importante ponto de transbordo dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC), que vai permitir a ligação entre várias linhas da rede que vão servir a zona norte do concelho e o centro da cidade.

Esta obra surge para responder à extensão da rede à zona norte, nomeadamente à Freguesia de Brasfemes e União de Freguesias (UF) de Souselas e Botão, onde os autocarros dos SMTUC passarão a circular já no próximo mês, para grande satisfação dos cidadãos que há muito reivindicavam por este serviço.

A Câmara de Coimbra anunciou a criação de cinco novas linhas e os horários já foram divulgados, estando disponíveis no website dos SMTUC (www.smtuc.pt/horario). Para além de começaram a servir estas duas freguesias, as novas linhas vão reforçar também a oferta que os SMTUC disponibilizam na UF de Eiras e São Paulo de Frades e na UF de Trouxemil e Torre de Vilela.

A criação de dois novos interfaces são muito importantes, já que vão funcionar como locais de transbordo que permitem a ligação com outras linhas dos SMTUC. O interface da Ponte de Eiras, já em construção, localiza-se nos terrenos adjacentes à Escola Rainha Santa Isabel, junto ao posto de abastecimento de combustível da Adémia. Neste local, vai realizar-se a ligação com as Linhas 2T (Manutenção-Vil de Matos), 36 (Praça da República Ponte de Eiras) e as novas Linhas 50 (Manutenção/Sargento Mor, via Trouxemil) e 50T (Manutenção/Sargento Mor, via Souselas).

O outro interface será instalado na Pedrulha, junto ao Centro de Formação Profissional, e servirá de ponto de transbordo com as linhas 35 (HUC-Pedrulha) e 5 (Pedrulha-Estádio Municipal).

Estas novas linhas vão beneficiar, segundo a autarquia, mais de 20 mil habitantes, que passarão a dispor, assim, de um aumento da oferta de transportes públicos fiáveis e de qualidade, que lhe permitirão também maior poupança em termos financeiros, já que os moradores da zona norte da cidade passarão a ter acesso às tarifas sociais praticadas pelo Município.

A Câmara de Coimbra continua, assim, a expandir o serviço público de transportes para várias localidades do concelho tendo, para tal, procedido à contratação de mais motoristas e adquirido mais autocarros. De acordo com os números divulgados, a autarquia admitiu 64 trabalhadores para a função de motorista de transportes coletivos de passageiros nos últimos quatro anos, 21 deles em janeiro. A nível de autocarros, nos últimos sete anos a frota foi reforçada com 79 viaturas – 49 autocarros (10 elétricos), 23 miniautocarros (11 elétricos e dois híbridos), duas carrinhas de transporte especial e cinco viaturas de apoio, num investimento superior a 12 milhões de euros. Em curso está ainda a aquisição de cinco novos autocarros 100 por cento elétricos ‘standard’ e respetivos carregadores.

Refira-se, ainda, que o presidente da Câmara, Manuel Machado, assumiu na última reunião do executivo que este alargamento da rede de serviço de transportes públicos é para continuar e que, em breve, os SMTUC chegarão também às freguesias da margem direita do Mondego, como Antuzede, São João do Campo, São Silvestre, São Martinho de Árvore e Lamarosa, até ao limite do concelho.

A autarquia relembra, também, que os custos com os SMTUC são suportados pelos cofres municipais, representando um investimento anual superior a nove milhões de euros.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM