27 de Maio de 2022 | Coimbra
PUBLICIDADE

Fundação ADFP atribui bolsas de estudo a crianças “brilhantes”

6 de Março 2020

A Fundação ADFP (Assistência, Desenvolvimento e Formação Profissional) vai atribuir, pelo segundo ano consecutivo, no ano letivo de 2020/2021, três bolsas de estudo a alunos “brilhantes” que pretendam frequentar o colégio St. Paul’s School, em S. Martinho do Bispo, mas cujas famílias não tenham condições económicas para suportar os custos.

As bolsas vão contemplar alunos do 1.º, 2.º e 3.º ciclos, um por ciclo, decorrendo as inscrições até 30 de abril. Na apresentação, que decorreu na segunda feira, no colégio, o presidente da Fundação, Jaime Ramos, explicou que estas bolsas vão privilegiar os “candidatos que, apesar de revelarem excelentes capacidades académicas e desejaram frequentar o St Paul’s, não possuam condições económicas para o fazer”.

Na seleção, serão considerados vários critérios, como “mérito académico” (de acordo com o desempenho obtido nos dois últimos anos letivos), recomendação do aluno por parte de docentes ou diretores da escola que frequenta e, ainda, entrevistas a realizar com o aluno e respetiva família.

De acordo com Jaime Ramos, as bolsas a atribuir vão englobar os valores da inscrição e das propinas, tendo em consideração o rendimento familiar “per capita”. Poderão contemplar também apoios a nível de outros serviços assegurados pelo colégio, como alimentação e transporte, que poderão ser gratuitos ou ter um valor reduzido, mediante os rendimentos das famílias. Estes apoios destinam-se, como sublinhou, exclusivamente a alunos que efetivamente não tenham condições financeiras para frequentar o colégio.

“A instituição considera ser prioridade nacional promover a liberdade de ensino e um sistema educativo que privilegie a valorização das capacidades intelectuais dos alunos. Assim, as crianças talentosas ou sobredotadas devem merecer uma atenção especial por parte da escola e da comunidade, não sendo só responsabilidade da família”, sublinhou, recordando que há vários países onde “as melhores escolas privadas concedem bolsas a alunos de excelência, com insuficiência económica”, uma prática que a Fundação decidiu também seguir.

O colégio St. Paul’s School conta atualmente com 130 alunos, distribuídos por todos os ciclos de ensino, desde a creche ao 8.º ano, sendo intenção da Direção ter todos os anos a funcionar, até ao 12.º. No total, recebe crianças e jovens de 12 nacionalidades, residentes em Coimbra mas também em vários concelhos da região, como Anadia, Cantanhede, Condeixa, Figueira da Foz, Lousã e Miranda do Corvo.

Jaime Ramos explicou, ainda, que este colégio particular com “currículo internacional”, aposta num “tipo de ensino diferenciado e alternativo”, permitindo que Coimbra tenha “capacidade de receber quadros internacionais, cujas famílias necessitam de ensino bilingue”, e garantindo, por outro lado, que os residentes não tenham de “migrar para Lisboa, Porto ou outra grande cidade onde existem colégios similares”.

Recorde-se que a Fundação tem desenvolvido também, nas escolas públicas de Miranda do Corvo, o projeto “Mentes Brilhantes”, que visa “a deteção de crianças sobredotadas, procurando combater o abandono escolar e promover o sucesso educativo”.


  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM