16 de Setembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Covid-19: Freguesias de Coimbra com novos horários e medidas de prevenção

20 de Março 2020

O surto da Covid-19 está a obrigar a medidas extremas, com vista a evitar a sua propagação. Atentas aos riscos de saúde pública e à necessidade de reforçar a aposta na prevenção, várias juntas e uniões de freguesia de Coimbra implementaram medidas para reduzir a afluência aos serviços ao mínimo indispensável, indo, aliás, ao encontro do que está a suceder nos mais variados serviços públicos e privados e seguindo as recomendações da Direção-Geral de Saúde (DGS). Atentas às necessidades da sua população, apelam às pessoas para que se mantenham em casa e mostram-se disponíveis para apoiar os cidadãos mais idosos ou vulneráveis na aquisição de bens essenciais e medicamentos ou na resolução de outros assuntos urgentes.

Freguesia de Santo António dos Olivais

A Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais está agora a funcionar apenas da parte da manhã, das 9h30 às 12h00, reforçando assim as medidas de prevenção. Perante as declarações proferidas pelo Primeiro-Ministro, o executivo, presidido por Francisco Andrade, depois de já ter acionado o ‘Plano de Contingência’, cancelando todas as atividades seniores e eventos previstos, decidiu limitar o horário e a forma de funcionamento da Junta e dos CTT.

Assim, tal como sucede na Junta, também os serviços de correios, na Avenida Dr. Dias da Silva, só funcionam das 9h30 às 12h00. Em ambos os serviços só pode entrar uma pessoa de cada vez para ser atendida. Os restantes cidadãos têm de aguardar pela sua vez no exterior do edifício, com a distância de segurança entre as pessoas.

“De acordo com o desenvolvimento da situação a nível nacional iremos avaliando e adotando as medidas consideradas mais adequadas a cada momento. Agradecemos a compreensão de todos e apelamos a que se mantenham alertas e em segurança”, apela Francisco Andrade.

UF S. Martinho e Ribeira de Frades

Perante o estado de emergência de saúde pública, a União de Freguesias (UF) de S. Martinho do Bispo e Ribeira de Frades iniciou também, na segunda feira, medidas adicionais que irá manter, segundo anuncia, por “tempo indeterminado”.

As sedes de S. Martinho do Bispo e Ribeira de Frades estão a funcionar mas atendem apenas uma pessoa de cada vez e à porta fechada. Os fregueses devem permanecer no exterior e só entrar após a saída do outro. A UF alerta, ainda, que as pessoas só se devem dirigir a estes serviços para “tratamento de situações urgentes, como sejam o caso dos atestados e provas de vida”. Anuncia que “os demais prazos encontram-se suspensos, nomeadamente no que toca à emissão de licença de canídeos”. Os técnicos fazem o atendimento de máscara e os fregueses devem manter a distância de segurança.

A UF, presidida por Jorge Veloso, recomenda ainda à população que o acesso presencial a estes serviços de atendimento público seja feito “apenas na medida do estritamente necessário”, recorrendo, sempre que possível, ao recurso ao telefone ou meios digitais (telefone 239 455 155 e e-mail juntabispo@sapo.pt, no caso de S. Martinho do Bispo ou 239 984 004 e e-mail freguesiaribeiradefrades@sapo.pt. no caso de Ribeira de Frades).

No caso dos funerais a realizar, apenas podem aceder ao cemitério os familiares diretos, medida que contempla também as capelas funerárias durante o velório.

A UF anuncia ainda que assegura “colaboração e apoio a todas as pessoas que não se possam deslocar das suas residências para adquirir bens ou alimentos de primeira necessidade, preferencialmente a idosos e pessoas com doenças crónicas ou mobilidade reduzida”. Deixa também um apelo à comunidade, bem como às instituições, para que ajudem a identificar as pessoas que se encontram nessas situações. Para tal, devem utilizar os contactos das duas juntas (anteriormente referidos).

A UF pede a toda a população para que siga as orientações da DGS (disponíveis em www.dgs.pt e www.covid19.min-saude.pt) e apela à “calma e responsabilidade de todos”, agradecendo a compreensão e lembrando que estas medidas são de “caráter preventivo para todos”.

Freguesia de Ceira

As mesmas medidas foram implementadas pela Junta de Freguesia de Ceira e também no posto dos correios, com uma pessoa a ser atendida de cada vez e a exigir-se o respeito da distância de segurança.

O executivo, presidido por Fernando Santos, realça que a população só se deve dirigir a estes serviços para “tratamento de questões urgentes”, recomendando que, sempre que possível, as pessoas contactem a junta através do telefone 239 923 351 ou do e-mail freguesiaceira@gmail.com.

A Junta explica que irá “avaliando e adotando as medidas consideradas mais adequadas a cada momento”, de acordo com o desenvolvimento da situação a nível nacional. Agradece a compreensão de todos e apela a que “se mantenham alertos e em segurança”.

UF Antuzede e Vil de Matos

A evolução do surto epidémico levou a UF de Antuzede e Vil de Matos a tomar também “medidas extraordinárias complementares para minimizar os efeitos da propagação da doença”. Assim, reduziu o horário de atendimento que funciona à segunda e quinta feira das 19h00 às 20h00 em Antuzede e à segunda das 21h00 às 21h30 e à sexta das 19h00 às 19h30 em Vil de Matos.

A UF lembra que o atendimento presencial se deverá restringir apenas aos assuntos não urgentes, que não possam ser tratados por telefone ou e-mail, divulgando os contactos do presidente, Diamantino Jorge (961 701 430), e da secretária, Catarina Gomes (915 423 095), bem como o endereço eletrónico da junta ufantuzedevildematos@sapo.pt. Pede a todos que ajudem a “combater a propagação desta epidemia”.

Freguesia de Cernache

A Freguesia de Cernache decidiu encerrar os serviços administrativos perante o surto epidémico. Anuncia que assuntos urgentes podem ser tratados através dos e-mails geral@freguesiadecernache.eu ou marcocruz85@gmail.com. Já os assuntos do executivo podem ser esclarecidos através dos seguintes contactos – 914 493 644, 918 213 759 e 960 482 899.

Presidido por António Lopes, o executivo informa, ainda, que a Junta presta “apoio a todos os idosos isolados que necessitem de entrega das suas compras e medicamentos”, devendo para tal ligar para o telemóvel 917 231 026.

UF de Souselas e Botão

A União de Freguesias de Souselas e Botão decidiu também encerrar o atendimento público na sede do Botão e no Espaço Cultural de Souselas, medida que irá vigorar até dia 30, podendo ser prorrogada em função da evolução da situação epidemiológica.

Os serviços administrativos continuam ativos, através dos telefones 239 914 077 e 968 574 658 e do e-mail uniaofsouselasbotao@gmail.com. Para situações urgentes que obriguem ao contacto presencial, a população deve ligar diretamente ao presidente da UF, Rui Soares, através do telemóvel 925 784 601. O executivo apela a todos para que cumpram as recomendações da DGS.

UF de Trouxemil e Torre de Vilela

Na UF de Trouxemil e Torre de Vilela foi também encerrado o atendimento público nas duas sedes, medida que vai vigorar até 9 de abril, estando depois dependente de novas indicações. O executivo, presidido por Horácio Costa, apela à população para que privilegie o contacto telefónico (239 911 529, 239 912 005 e 967 220 060) ou via e-mail (uf.trouxemil.torredevilela@gmail.com).

UF de Eiras e S. Paulo de Frades

A UF de Eiras e S. Paulo de Frades realça que este “momento excecional” necessita de “medidas e comportamentos excecionais”. O executivo, presidido por Fernando Abel, deliberou assim suspender as aulas de ginástica para seniores, encerrar os serviços administrativos de S. Paulo de Frades e Santa Apolólia e limitar o acesso de pessoas aos serviços administrativos da sede (apenas duas em simultâneo e apenas pelo tempo estritamente necessário). Apela, ainda, a que evitem recorrer presencialmente aos serviços, optando pelo contacto telefónico ou e-mail. Está também disponível para apoiar cidadãos em situação de isolamento e deixa um agradecimento a todos os profissionais de saúde que “se sacrificam diariamente por cada um de nós”.

União de Freguesias de Coimbra

A UF de Coimbra ativou o programa #FiqueEmCasa, no âmbito do plano alargado de contenção e prevenção do Covid-19. Este programa consiste em disponibilizar aos seus habitantes mais vulneráveis a possibilidade de receber em casa as mercearias e medicação que necessitam.

A UF (Sé Nova, Santa Cruz, Almedina e São Bartolomeu) explica que está disponível para ajudar os fregueses com mais de 65 anos, os doentes crónicos, as pessoas que se encontrem em quarentena e as que tenham mais de 62 por cento de incapacidade. Para tal basta que liguem para o número 914 635 393 a pedir as mercearias ou medicação que precisam, não tendo assim que sair de casa. Os pedidos são entregues nos dias seguintes, em função da capacidade de resposta dos supermercados e farmácias.

O presidente da UF, João Francisco Campos, considera que este serviço “impunha-se pela necessidade imperiosa de todos termos de nos recolher em casa, principalmente as pessoas mais idosas”.

“Esta pandemia é séria e apelo a todos os idosos que fiquem em casa. Peçam ajuda que eu, os meus serviços e muitas outras entidades que estão no terreno, trataremos de lhes fazer chegar o que precisam. Não facilitem!”, apela.

Para além desta medida, a UF adotou já outras nos seus serviços. Assim, “todo o pessoal que pode trabalhar desde casa, ou não essencial, não está ao serviço desde segunda feira”. Acautela, ainda, que não esteja mais do que um funcionário, permanentemente, por sala; o atendimento é feito a apenas uma pessoa de cada vez; está disponível, em todas as delegações, desinfetante gel; todos os funcionários na área de atendimento usam máscaras, luvas e gel desinfetante; e todos os eventos foram cancelados até 31 de maio.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM