19 de Julho de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

Uma Casa, uma Causa: O fenómeno dos maus tratos a pessoas idosas (III)

5 de Julho 2019

Por Sónia Falcão da Fonseca

(Continuado da última edição)

Existem vários tipos de “Maus Tratos”:

1 – Violência física ocorre quando alguém agride fisicamente através de murros, apertos, empurrões e estalos.

2 – Violência emocional muitas vezes designado abuso psicológico pode incluir um cuidador dizendo palavrões, gritando, ameaçando ou repetidamente ignorando a pessoa idosa. Mantendo o idoso afastado de amigos, famílias é uma outra forma de abuso emocional.

3 – Negligência acontece quando o cuidador responde às necessidades básicas do idoso.

4 – Abandono é deixar o idoso sozinho e sem cuidados básicos necessários.

5 – Abusos sexuais envolvendo práticas de cuidador que força um idoso a assistir ou a participar em atos sexuais sem consentimento.

6 – O Abuso Financeiro ocorre quando os bens ou pertences do idoso são furtados ou roubados. Pode incluir falsificações, desvio da pensão, seguros privados ou uso e abuso do cartão de débito ou crédito do idoso.

Também, inclui a mudança de nome nos testamentos, conta bancária, apólices de seguros ou registo de propriedades. Sendo este tipo de abuso cada vez mais generalizado.

De acordo com um estudo realizado pelo Instituto Ricardo Jorge, em Portugal, sobre os maus tratos aos idosos refere que prevalece a percentagem de violência ou abuso psicológico e financeiro sobre os restantes tipos de abusos.

QUEM SÃO AS VÍTIMAS?

A maioria das vítimas de abuso são mulheres, mas algumas são homens. Alvos prováveis são pessoas idosas que não têm família ou amigos por perto e pessoas com deficiências, problemas de memória ou demência.

O abuso pode acontecer a qualquer pessoa idosa, mas frequentemente afeta aqueles que dependem dos outros para os ajudar nas atividades da vida quotidiana – incluindo tomar banho, vestir-se e tomar remédios. As pessoas mais frágeis são as vítimas fáceis.

Quais são os sinais de Abuso?

1- Distúrbios no sono

2- Aparência de depressivo ou desorientado sem razão

3- Perda de apetite e de peso

4- Atos ou atitudes agitados e agressivos

5- Parar de jogar ou participar em atividades as quais o mesmo adorava

6- Hematomas, cicatrizes, queimaduras e arranhões inexplicáveis

7- Aparência suja e evitar banho

8- Escaras evitáveis

Os abusos podem ser infligidos por qualquer pessoa que esteja em contacto com o idoso, pelo companheiro do quarto, vizinho, pessoa que frequenta e casa ou mesmo familiar.

QUEM PODE AJUDAR?

Se conhecermos alguém que está a ser abusado física, emocional ou financeiramente fale com a pessoa idosa quando estiverem sozinhos

O abuso dos idosos não vai parar por conta própria, alguém precisa de intervir e ajudar.

Muitos idosos têm vergonha de denunciar os maus tratos a que estão sujeitos e, em geral, eles temem que se denunciarem o facto, o agressor volta e piorará a situação.

É uma preocupação e reconhece-se que o abuso de idosos está associado a uma diminuição da qualidade de vida e a um aumento da dor e do sofrimento destas pessoas.

Por favor denunciem!

A violência contra as pessoas idosas é hoje ainda encarada como assunto estritamente familiar, diluindo-se na esfera doméstica, tornando-se difícil o seu conhecimento e a sua prova.

A dificuldade das próprias vítimas em denunciarem os atos de violência de que são alvo, por muitos dos seus próprios familiares, faz com que as mesmas se sintam culpadas por causa do laço de parentesco, silenciando e isolando-se!!

O estudo da Organização Mundial de Saúde é resultado da análise do seguinte artigo, publicado em 2002, sobre a declaração mundial sobre a prevenção dos maus tratos às pessoas idosas:

World Health Organization. The Toronto Declaration on the Global Prevention of Elder Abuse. [Internet]. Geneva: World Health Organization; 2002 [consultado 12 Abr 2011].

Disponível em: http://www.who.int/ageing/projects/elder abuse/alc toronto declaration en.pdf.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM