16 de Junho de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

UF S. Martinho e Ribeira de Frades premiou melhores alunos

8 de Janeiro 2021

A União de Freguesias (UF) de S. Martinho do Bispo e Ribeira de Frades distinguiu perto de 40 alunos que se evidenciaram no último ano letivo. À semelhança do que tem acontecido nos últimos anos, o executivo, liderado por Jorge Veloso, cumpriu a tradição e, nesta quadra natalícia entregou os prémios aos melhores alunos, assim como bolsas de mérito aos estudantes que entraram no ensino superior.

Com esta medida, uma das iniciativas anuais que promove na área da educação, a UF pretende incentivar e reconhecer o trabalho dos estudantes. No total, disponibilizou um montante global de cerca de 10.000 euros para esta iniciativa, repartido entre os prémios de mérito e as bolsas.

A cerimónia da entrega dos prémios decorreu no dia 26 de dezembro, logo depois do Natal, na sede da Junta de S. Martinho do Bispo. Devido à pandemia, realizou-se de forma faseada, sendo as distinções entregues por ordem de escolaridade. Em primeiro lugar foram reconhecidos os 10 alunos do 4.º ano, tendo recebido uma medalha da UF, um livro de histórias da autoria de António Vilhena e, também, o incentivo financeiro. Seguiu-se a entrega dos prémios aos sete alunos do sexto ano, que receberam uma medalha e o incentivo monetário. Do 9.º ano foram cinco os estudantes com as melhores notas e, finalmente, do 12.º receberam este prémio oito alunos. Incluindo na oferta ia uma insígnia da UF para que possam colocar na sua capa do traje académico.

O valor monetário atribuído aos melhores estudantes dependia do seu ano de escolaridade, situando-se entre os 70 e os 150 euros, um valor mais baixo do que em anos anteriores. Jorge Veloso justificou esta alteração com o “aumento da verba para as bolsas de estudo”, tendo estas contemplado sete alunos com um incentivo de cerca de 700 euros anuais cada (o valor da propina). Este valor vai ser transferido faseadamente, todos os meses, até julho. De referir que três dos alunos receberam, cumulativamente, a bolsa de estudo e também o prémio de melhor aluno.

Jorge Veloso sublinhou que esta é uma iniciativa que se realiza já há muitos anos, quer quando era só autarca de Ribeira de Frades e agora também enquanto presidente das duas freguesias.

“Esta iniciativa é para reconhecer o mérito dos jovens que se aplicam durante o ano e têm bons resultados. Temos aqui na freguesia alguns alunos que, no 12.º ano, apresentaram médias de 19; 19,5; 19,7 valores”, afirmou, frisando que este incentivo mantém-se e espera que “continue a manter-se sempre”, estando ele próprio como líder do executivo ou não.

O presidente revelou que esperava receber mais candidaturas às bolsas de estudo mas, apesar do prazo ter sido alargado, não chegou ao objetivo idealizado pela UF.

“Em setembro alterámos o nosso orçamento e já foi com intenção de atribuir, pelo menos, 20 bolsas de estudo. Tínhamos esse objetivo e como no início tivemos poucas inscrições, estendemos o prazo mais um mês mas ainda assim só conseguimos mais algumas”, afirmou.

No total, foram premiados cerca de 40 alunos. Do 4.º ano foram reconhecidos Joana Marques, André Costa, Madalena Sousa, André Batista Costa, Victória Bondarets, Gustavo Gomes, Dalila Alvoeiro, João dos Santos, Maria Vicente e Guilherme Pereira. Do sexto ano foram distinguidos Rodrigo Frade, Filipe Marques, Martim Farragos, Ana da Silva, Matilde Melo, Vitória Serrano e André Santos; do nono Ana Inácio, Sofia Martins, Bianca Carvalho, Maria Cardoso e Miguel Vinhas; e do 12.º Beatriz Oliveira, Tiago dos Reis, Ana Rodrigues, Maria Antunes, Maria de Lima, Emília Ferreira, Diogo Vaz e Afonso Vinhas.

As bolsas de estudo foram atribuídas a Afonso Vinhas, António Oliveira, Bernardo Oliveira, Bruna Silva, Diogo Vaz, Diogo Torres, Inês Neves e Matilde Ferreira.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM