25 de Setembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Sport Club Conimbricense um dos orgulhos da cidade e da região

31 de Janeiro 2020

O Sport Club Conimbricense comemora 110 anos na segunda feira, 3 de fevereiro. O histórico clube, que nasceu na Baixa de Coimbra e aí se mantém até à atualidade, continua a ser uma referência no desporto da cidade e do país, ostentando orgulhosamente os muitos troféus conquistados ao longo de toda a sua história.

O Sport Club Conimbricense (SCC) vai assinalar os seus 110 anos com a realização de um jantar comemorativo, que decorre, na segunda feira, a partir das 20h00, no Pavilhão da Palmeira, situado na Baixa da cidade, na Rua Simões de Castro, na União de Freguesias de Coimbra. Este evento, que se realiza precisamente no dia em que esta instituição completa 110 anos, pretende juntar associados, dirigentes, atletas, treinadores e outros conimbricenses que se queiram associar a esta celebração.

Para além do convívio e do ambiente de confraternização, o jantar terá como ponto alto a cerimónia de homenagem às “figuras mais representativas do SCC ao longo de todos estes anos” em que, como reforça a Direção, o clube serviu “a juventude da nossa cidade, incluindo atletas que se sagraram campeões na última época em representação do SCC”.

O Sport celebra 110 anos na segunda feira, 3 de fevereiro

Carlos Ferreira, presidente do Sport Club Conimbricense, congratula-se com o percurso honroso que este clube, “o mais antigo de cidade, sempre no ativo”, tem mantido ao longo destes 110 anos. Os muitos troféus conquistados são o reflexo do trabalho que tem vindo a ser feito pelas sucessivas Direções e pelos milhares de atletas que, ao longo de todas estas décadas, vestiram a camisola deste clube.

Neste momento de celebração, o presidente afirma que “o maior objetivo, para além da competição, é apostar na formação”, passando o desafio por atrair mais jovens para a prática do desporto. Lembra que o SCC tem conquistado títulos de campeões do mundo e da Europa e que, na modalidade do karaté, tem aquela que é “considerada a melhor escola do ensino do karaté do país”, recebendo por isso alunos que vêm de longe para aí treinar.

O presidente considera que todos os aniversários são importantes na vida de um “clube modesto” que tem um percurso longo e que “vive com algumas dificuldades, especialmente por causa da zona onde está inserido”. Fundado em 1910 sobretudo por comerciantes da Baixa, o clube tem feito toda a sua história nesta zona da cidade.

O Campo da Palmeira, na Rua Simões de Castro, foi inaugurado a 26 de fevereiro de 1943 e o Pavilhão da Palmeira só acabaria por chegar em meados da década de 60 do século XX, com a transformação das instalações existentes em pavilhão gimnodesportivo e com aproveitamento para a construção de instalações sociais para a sede. A obra foi inaugurada a 15 de julho de 1966 e, decorridos todos estes anos, as instalações já estão longe de serem as desejadas. A Direção há muito que ambiciosa por um novo pavilhão, que lhe permita oferecer à população a possibilidade de praticar ainda mais modalidades, mas este tarda em chegar, apesar das sucessivas promessas adiadas. Enquanto o sonho não se concretiza, o clube tem feito pequenas obras de recuperação, de forma a assegurar a continuidade deste clube que continua a receber diariamente dezenas de pessoas, contando com muito perto de 300 atletas e cerca de meio milhar de associados.

Apesar do karaté continuar a ser uma das principais modalidades do clube, sendo o Sport considerado “a melhor escola de formação de karaté do país”, esta coletividade conta com outras modalidades, como o futsal, basquetebol, jiu-jitsu, natação, kickboxing, entre outras.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM