2 de Dezembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Ponte Pedro e Inês vandalizada

15 de Outubro 2021

A ponte pedonal e ciclável Pedro e Inês, que liga as margens do rio Mondego no Parque Verde, foi recentemente vandalizada. De acordo com o Município de Coimbra, foram destruídos aproximadamente duas dezenas de vidros laminados, de diversas cores, que compõem as guardas da estrutura. A autarquia “lamenta e repudia estes atos de vandalismo” e adianta que os serviços municipais estão já a “tomar as diligências necessárias para reportar o caso às autoridades competentes e para reporem as peças vandalizadas com a maior brevidade possível”.

A ponte pedonal e ciclável Pedro e Inês está situada a montante da ponte de Santa Clara e a jusante da ponte Rainha Santa Isabel. A estrutura foi inaugurada em 2006, no âmbito do Programa Polis. Trata-se de uma obra projetada pelo engenheiro António Adão da Fonseca e pelo arquiteto Cecil Balmond.

A ponte tem cinco vãos desiguais vencidos por arcos metálicos abatidos, o maior deles com 110 metros. A extensão total é de 274,5 metros, tendo o tabuleiro uma secção mista aço-betão armado. O passadiço é em madeira e tem quatro metros de largura, criando a meio uma praça com oito metros de largura. As guardas são em vidro laminado de quatro cores – amarelo, azul, verde e rosa.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM