16 de Setembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Olivais FC: uma história recheada de lutas e títulos

31 de Janeiro 2020

O Olivais chega aos 85 anos com uma dinâmica que orgulha o clube, o desporto e a cidade. Os títulos conquistados recentemente – mas também na época passada – mostram que, em termos desportivos, o clube vive um período dourado. Mas, apesar das vitórias em campo, há outras lutas que a Direção continua a não conseguir vencer, como a construção do novo pavilhão, que continua a ser um sonho permanentemente adiado.

A construção do novo pavilhão continua a ser uma das obras prioritárias para o presidente do Olivais, Jaime Silva

O Olivais Futebol Clube (FC) completa, na quinta feira, 85 anos de vida. É já uma história muito longa para o clube de Coimbra que nasceu, a 6 de fevereiro de 1935, em Santo António dos Olivais, assumindo-se na época como um “típico clube de bairro”.

O aniversário vai ser assinalado no próximo sábado, 8 de fevereiro, durante a tarde, no Pavilhão Eng. Augusto Correia, estando ainda o programa a ser preparado, sendo intenção da Direção envolver toda a “vasta família olivanense” nestas celebrações, tal como tem sucedido em todas as ocasiões.

Decorridos 85 anos, a coletividade vive mais uma época dourada. Se a época passada foi brilhante – com a equipa sénior feminina a vencer a Taça de Portugal, o Campeonato e a Supertaça e a garantir a participação na Eurocup, mas também com a conquista de muitos outros prémios e títulos nos restantes escalões -, a atual está também no bom caminho. Apesar de todas as dificuldades, o Olivais começa o ano em festa e chega ao final de janeiro com um registo inédito no seu historial, ao vencer dois títulos nacionais, quatro distritais e um regional.

“É uma espécie de ‘milagre das bolas’ porque mesmo com todas as limitações que temos conseguimos manter um bom desempenho”, realça o presidente Jaime Silva, orgulhoso, como todos os elementos que fazem parte da vida do clube, por ver o Olivais a somar títulos. Considera que estas conquistas “têm ainda mais valor tendo em conta as dificuldades económicas que tem que ultrapassar diariamente para continuar a desenvolver o seu trabalho, bem como a logística a que a falta de espaços para treinar obriga”.

Falta de pavilhões na cidade preocupa clube

A desejada construção de um novo pavilhão, no espaço contíguo ao atual, continua sem “luz verde”. Apesar de estar aprovado pela Câmara de Coimbra há perto de uma década, falta o financiamento que torne viável a sua concretização. Para Jaime Silva, este novo pavilhão continua a ser fundamental para a vida do clube, já que dela depende não só a realização dos treinos em condições mais dignas, como também a possibilidade de acolher mais atletas.

Apesar da sua importância, certo é que o tempo vai passando e não há sequer “qualquer promessa de financiamento”, continuando o clube a contar apenas com o Pavilhão Eng. Augusto Correia, que tem já 40 anos e que, apesar de algumas intervenções de melhoramento pontuais, precisa “urgentemente de obras a nível da cobertura, da eletricidade e dos balneários”. Jaime Silva explica que a este desgaste natural, fruto da idade e da intensa atividade do pavilhão, há a somar ainda os prejuízos provocados recentemente pela depressão “Glória”, que causou “graves estragos na cobertura”, havendo infiltrações de água que é “urgente resolver”.

“Não podemos esquecer que estamos a falar de um pavilhão que exige vários trabalhos de reparação e cuja manutenção é muito complicada. No último fim de semana, por exemplo, tivemos 10 jogos no pavilhão, portanto 20 equipas e mais algumas de arbitragem. É um peso enorme para esta infraestrutura”, sublinha, lamentando que o clube não possa contar com mais apoios que lhe permitam realizar as tão necessárias obras e construir o tão desejado novo pavilhão.

A verdade é que, apesar de considerado “urgente” pela Direção do Olivais, o projeto não sai do papel. Com um orçamento previsto de 250 mil euros, valor correspondente à época em que foi elaborado, representaria um marco importante na vida do Olivais, clube que tem mostrado, em campo, o seu valor e a determinação dos seus atletas e dirigentes.

Esta continua a ser, portanto, a grande prioridade do clube. A nível desportivo, somam-se as conquistas, com vários troféus e títulos a rechearem a sua longa história.

Cerca de 200 atletas em atividade

O Olivais conta com cerca de 200 atletas federados no basquetebol e todos os escalões ativos, dos Mini aos seniores. Apesar de todas as dificuldades, este é, como sublinha o presidente, “um clube tremendamente ativo”, com as suas equipas a manterem-se no topo e a mostrarem em campo a sua garra e qualidade.

Este número tem-se mantido estável nos últimos anos e, de acordo com Jaime Silva, poderia crescer se as condições fossem outras e se o Olivais dispusesse de mais espaços para os receber e para os pôr a treinar. Lembra, como tem feito já em diversas ocasiões, que a questão da falta de pavilhões para treinar basquetebol (mesmo pagando) não é exclusiva do Olivais, sendo sentida por outros clubes da cidade, onde há atualmente cinco coletividades a praticar a modalidade.

Por tudo isto, o Olivais FC “apela ao apoio de todos os amantes do basquetebol, apela ao apoio de quem pretende ver bons jogos em Coimbra com equipas de topo e que tragam títulos para a nossa cidade e para a nossa região, apela ao apoio de quem valoriza que associações sem fins lucrativos como o Olivais FC promovam a atividade desportiva regular e responsável dos nossos jovens”. Jaime Silva lembra que o Olivais não promove apenas o basquetebol de qualidade mas leva longe o nome de Coimbra, a todo o país e ao mundo, somando, ao longo da sua história, “sete participações europeias”.

Não esquece também o importante papel que tem junto das novas gerações, ao incentivar as crianças e jovens a praticar desporto, um hábito de vida saudável que se reflete também, como os estudos realizados o comprovam, no aproveitamento escolar.

Neste momento festivo para o clube, deixa ainda um agradecimento especial aos pais, os “grandes patrocinadores” do clube, que estão sempre disponíveis para ajudar no que for necessário, sendo a sua colaboração essencial na questão dos transportes, uma vez que o Olivais não tem carrinhas próprias.

Olivais vence Taça da Federação

A equipa sénior feminina do Olivais Futebol Clube conquistou, no domingo, a Taça da Federação de Basquetebol

A equipa sénior feminina do Olivais Futebol Clube conquistou, no domingo, a Taça da Federação de Basquetebol feminino, ao vencer a União Sportiva na final, por 71-57.

O clube de Coimbra conquista assim a sua primeira Taça da Federação, um troféu que vem juntar-se a todos os outros que tem conquistado ao longo da sua história.

O Olivais venceu a Taça em casa, no Pavilhão Eng. Augusto Correia, num jogo bastante equilibrado que foi decidido no último período. Destaque para a prestação de Marcy Gonçalves, com 20 pontos, tendo sido eleita a melhor jogadora da final.

Até chegar à final, a equipa do Olivais eliminou no sábado a GDESSA Barreiro, por 68-66, e na sexta o Vitória SC.

A Taça da Federação disputou-se em Coimbra de sexta a domingo, com os jogos a distribuírem-se pelo Pavilhão do Olivais e pelo Pavilhão Multidesportos Dr. Mário Mexia. Para além do Olivais, participaram nesta prova o V. Guimarães, Quinta dos Lombos, AD Vagos, União Sportiva, SL Benfica, CPN e GDESSA.

Olivais brilha em várias competições

Apesar de todas as dificuldades, o Olivais Futebol Clube chega ao final do mês de janeiro com um registo inédito no seu historial: dois títulos nacionais, quatro títulos distritais e um título regional.

A equipa sénior feminina conquistou brilhantemente no domingo a Taça da Federação ABTF Betão da Liga Feminina e em outubro passado havia já conquistado a SuperTaça feminina.

Mas domingo não foi só dia de festa para as atletas seniores. A equipa de sub-16 masculinos sagrou-se campeã distrital do escalão, feito que tinha sido já conquistado pelas equipas de sub-14 masculinos, sub-16 femininos e sub-19 femininos, que se sagraram também campeãs distritais no seu escalão.

A equipa de sub-16 masculinos sagrou-se campeã distrital do escalão

De referir ainda que, recentemente, a equipa de sub-19 femininos conquistou o Campeonato do Centro de sub-19 femininos, na sua primeira edição, que decorreu em Leiria.

A par com estas importantes conquistas, o clube não esquece também o Minibasquete, que continua em “franca atividade”. Destaque para a equipa de Mini-12 que conquistou o 5.º Torneio do Ano Novo da Racing Basketball Academy de Mafra, que decorreu no fim de semana.

Todos os mini-atletas aguardam pelo grande Torneio Internacional Dr. Valdemar Pinho que o Olivais FC organizará em 20 e 21 de junho de 2020, no Pavilhão Eng. Augusto Correia.

“Todas estas equipas vão continuar a trabalhar arduamente nas competições para as quais conseguiram ser apuradas, a equipa sénior feminina na Taça de Portugal e no Campeonato da Liga Feminina (onde ocupa a primeira posição) em direção aos playoffs, as restantes equipas campeãs distritais em Campeonatos Nacionais ou em fases de apuramento para os mesmos”, realça a Direção, dando “vivas” ao Olivais pelos importantes feitos conseguidos.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM