13 de Maio de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Obras de requalificação avançam na Alta de Coimbra

23 de Abril 2021

A Câmara de Coimbra avança com as obras de requalificação da zona histórica da cidade, como previsto no seu Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU). Em curso está agora a empreitada de valorização do Largo da Sé Velha, da Rua e Largo do Quebra Costas e das Escadas e Beco da Carqueja, na Alta.

Esta intervenção, que representa um investimento de 1,6 milhões de euros, tem como objetivo melhorar a mobilidade e a segurança pedonal, criar mais esplanadas e organizar a circulação e estacionamento automóvel. Os trabalhos de valorização decorrem no “coração” da cidade, num percurso que liga a Alta à Baixa, da Universidade ao Arco de Almedina.

Esta empreitada avança agora, depois de já estarem concluídas as obras de requalificação das ruas da Ilha, Guilherme Moreira, José Falcão, Travessa da Trindade, Beco da Pedreira e Largo Hilário (740 mil euros), do Largo de S. Salvador (212 mil euros), das ruas dos Coutinhos, do Colégio Novo, da Fonte Nova e Joaquim António de Aguiar (680 mil euros). Em curso estão também os procedimentos do concurso público para requalificar as ruas Borges Carneiro, do Norte e de São João, e o Largo José Rodrigues (investimento previsto superior a 745 mil euros). A previsão do investimento global da autarquia nesta zona história da cidade é já de perto de quatro milhões, explica o Município.

Esta empreitada está divida em três lotes. A intervenção no Largo da Sé Velha, que foi adjudicada por 857.248,66 euros e com um prazo de execução de 330 dias, visa reabilitar um espaço urbano de grande importância estratégica no enquadramento histórico e turístico da Alta da cidade. A obra pretende incluir todos os níveis de intervenção no espaço público, que vão da modernização das redes existentes ao nível do subsolo, até à repavimentação integral, passando pela implementação de sistema de recolha de lixos domésticos, criação de zona de estar e plantação de exemplares arbóreos. Esta intervenção pretende, como realça a autarquia, “criar condições que contribuam para a melhoria funcional das habitações, hotelaria, estabelecimentos comerciais e restantes edificações existentes na zona, bem como contribuir de forma decisiva para a agradabilidade geral do espaço”, mantendo contudo a sua “genuinidade” e “recuperando a ideia de praça”.

Já a intervenção na Rua e Largo do Quebra Costas, adjudicada por 583.016,60 euros e com um prazo de execução de 270 dias, pretende repavimentar, com materiais de maior resistência e atrito, esta que é uma das zonas mais movimentadas da Alta e parte essencial do percurso de ligação da Universidade à Baixa, desde o Largo da Sé Velha ao Arco de Almedina, a principal porta da antiga cidade.

A intervenção visa a melhoria das acessibilidades, com um percurso pedestre mais confortável do que o proporcionado pelas atuais escadas. A empreitada prevê também a revisão das infraestruturas, com a passagem da rede elétrica para subterrânea e a instalação de iluminação led, mas também a instalação de rede de gás natural, a remodelação de redes de abastecimento de água, a dotação de redes separativas de esgotos domésticos e pluviais e o reforço/revisão das redes de dados.

A requalificação das Escadas e Beco da Carqueja também passa pela remodelação das infraestruturas, para além da melhoria das condições de acessibilidade, eliminando barreiras arquitetónicas e repavimentando a via, tornando o percurso e o acesso às habitações mais seguro e confortável. Este lote foi adjudicado por 160.594,21 euros e tem um prazo de execução de 180 dias.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM