1 de Dezembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Europeu de Futebol 2020: Espanha prepara passeio no grupo E

14 de Fevereiro 2020

“Nuestros hermanos” e os outros. Assim se resume o grupo E do Euro 2020, também ainda incompleto, à espera de uma seleção vinda dos jogos do “play-off”. A Espanha tem a segunda fase à mercê, deixando para suecos, polacos e quem vier a disputa da segunda vaga.

(Muito) candidata

Se na última dúzia de anos há equipa candidata a ganhar as grandes provas de seleções em que participa, ela é a… Espanha.

Campeã mundial em 2010, vencedora do Europeu por três vezes (1964, 2008, 2012), a formação espanhola vai à procura do regresso ao sucesso, após ter ficado pelos oitavos-de-final nas últimas edições daquelas competições.

Dois pequenos percalços (dois empates) atravessaram-se no caminho da La Roja no apuramento para o Euro2020. Nada que atrapalhe as pretensões do regressado Luís Enrique, apostado em mostrar que a Liga dos Campeões, conquistada há cinco anos ao comando do seu Barcelona, não foi obra do acaso.

Sob a batuta de Sérgio Ramos (pela última vez?), a Espanha está pronta para voltar a conquistar a Europa.

Renascimento sueco

Os suecos, que chegaram às meias-finais do Euro em 1992, e desde o “nosso” Europeu 2004 não ultrapassam a primeira fase, vão tentar a gracinha do último Mundial onde chegaram aos quartos-de-final, após largos anos de ausência.

Sofreram uma derrota no apuramento e cederam três empates. Pecúlio condizente com o percurso passado. O selecionador Janne Andersson é o cérebro por detrás do recente renascimento escandinavo.

As qualidades do guarda-redes Robin Olsen, a atuar nos italianos do Cagliari, têm-se revelado fundamentais para o sucesso sueco, e o avançado Alexander Isak, da Real Sociedad, pode ser uma das agradáveis surpresas da prova.

Estes suecos não são favoritos a nada, mas convém a concorrência não facilitar perante quem tem vontade de mostrar que no futebol tudo é possível. E é…

Lewandowski e mais 10

Quem tem Lewandowski tem tudo? Não, mas quase… O temível avançado do Bayern de Munique é o abono polaco. Mais internacionalizações, mais golos, mais talento. Um ponta-de-lança à moda antiga, daqueles que perante a “fera” (baliza) não perdoa. Acresce que a Polónia, agora orientada pelo antigo médio Jerzy Brzeczek, tem noutro avançado, Krzysztof Piatek, ao serviço dos italianos do AC Milan, a garantia de que o futuro, no que aos golos diz respeito, está assegurado.

Os polacos só cederam uma derrota e um empate na caminhada para o Euro2020, e se no Mundial de há dois anos não passaram da primeira fase, já no Europeu do nosso contentamento, em 2016, só caíram nos quartos-de-final aos pés do então futuro campeão, Portugal. Agora, tardes (ou noites) de inspiração de Lewandowski podem fazer a diferença no desempenho da alvi-rubra.

O grupo E ficará fechado com Bósnia-Herzegovina, Irlanda do Norte, Eslováquia ou República da Irlanda. Estar na grande competição já será um bom prémio…

Curiosidades do Euro 2020

Noruega reserva hotel antes do play-off

A seleção norueguesa reservou um hotel na Escócia a pensar em vencer o play-off. Caso consiga derrotar a Sérvia, no dia 26 de março, e o vencedor do jogo Escócia-Israel, a 31 do mesmo mês, terá à sua espera o lugar no grupo D do Euro2020.

Vitoriosos em desempates

A Checoslováquia (República Checa) e a Turquia são as únicas equipas com um registo totalmente vitorioso no que diz respeito aos desempates do campeonato. A Itália é quem tem mais participações, com duas vitórias e três derrotas. Já a Inglaterra e a Holanda venceram apenas um em quatro.

A canção da fase final

Depois de uma parceria entre David Guetta e Zara Larsson no último ano do campeonato, eis que a banda sonora do Euro2020 fica a cargo de Martin Garrix, Dj e produtor holandês. O artista vai revelar o título da canção na primavera.

1.º golo de CR7 na seleção foi há 15 anos

Foi no campeonato europeu de 2004 que Cristiano Ronaldo marcou o seu primeiro golo pela seleção, num jogo perdido frente à Grécia. Há 15 anos, o futuro craque português, na altura com 19 anos, marca um golo aos 90 minutos.

TVI vai transmitir jogos

A Sport TV cedeu os direitos de 22 jogos do Euro2020 à TVI. No entanto, a estação televisiva de cariz desportivo vai ter uma cobertura mais alargada, num canal dedicado somente ao evento e com informação a todo o momento.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM