1 de Dezembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Empreitada para abertura do Canal do Metrobus na Baixa já foi lançada

21 de Fevereiro 2020

A Metro Mondego lançou ontem o concurso para a empreitada de abertura do canal do Metrobus na Baixa de Coimbra, a denominada Via Central, que liga a Avenida Fernão de Magalhães ao início da Rua da Sofia.

Esta obra vai permitir a execução da Linha do Hospital do Sistema de Mobilidade do Mondego (SMM), assumindo-se como uma via estruturante, que ligará a frente de rio à Rua da Sofia, marcando assim o culminar de vários planos urbanísticos desenvolvidos desde os anos 20 do século passado. Esta intervenção enquadra intervenções previstas quer no “Estudo de Integração Urbana do Sistema de Mobilidade do Mondego”, quer no “Documento estratégico para a 1.ª Unidade de Intervenção na Cidade de Coimbra” (Área de Reabilitação Urbana – Baixa de Coimbra).

Para além do “contributo fundamental para gerar um novo paradigma de mobilidade mais sustentável na cidade e na região”, o projeto do SMM apresenta também, como realça a Metro Mondego, “um papel ímpar para a requalificação urbana desta área central e histórica da cidade”.

Este processo, desenvolvido em estreita parceria com a Câmara Municipal de Coimbra, corresponde a um investimento de 3,5 milhões de euros, prevendo a reconstrução de vários imóveis e a construção do edifício-ponte na Rua da Sofia, da autoria do Arquiteto Gonçalo Byrne, que irá permitir a passagem do Metrobus.

No que concerne aos imóveis a reconstruir irão manter-se as fachadas que dão para as ruas existentes (Travessa da Rua Nova e Rua Nova), sendo recuadas as que constituem a nova frente, assegurando-se as dimensões necessárias para a inserção do canal.

As obras têm uma duração prevista de 23 meses e, após a sua conclusão, ficarão disponíveis dois edifícios destinados a comércio, restauração, serviços e, também, habitação.

A Linha do Hospital, onde esta empreitada se insere, faz a ligação da zona da Baixa e da Linha da Lousã à zona de Celas, onde se localiza um importante complexo de saúde, integrando os Hospitais da Universidade de Coimbra, o Instituto Português de Oncologia, o Hospital Pediátrico, as Faculdades de Medicina e de Farmácia, bem como vários institutos de investigação e outros equipamentos de saúde que têm uma grande importância estratégica tanto para a cidade como para a região.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM