19 de Julho de 2024 | Coimbra
PUBLICIDADE

Eleições autárquicas: Coimbra vota pela mudança na Câmara

1 de Outubro 2021

As eleições autárquicas de domingo ficaram marcadas, em Coimbra, pela mudança. Chamada às urnas, a população elegeu José Manuel Silva (cabeça de lista da coligação Juntos Somos Coimbra), como o novo presidente da Câmara Municipal, sucedendo assim ao socialista Manuel Machado, que preside também à Associação Nacional de Municípios Portugueses.

A vitória desta coligação, que congrega sete partidos – PSD; CDS-PP; Nós, Cidadãos; PPM (Partido Popular Monárquico); Volt; RIR; e Aliança –, vem abrir um novo ciclo em Coimbra. No seu discurso de vitória, José Manuel Silva prometeu união e abertura, considerando que o resultado obtido representa vontade de “mudança” no concelho.

“Vamos trabalhar unidos e em conjunto, com uma lealdade crítica para que todos nos possamos melhorar, com as nossas sugestões, com as nossas críticas, que serão sempre bem vindas, governando uma Câmara de portas abertas e janelas arejadas, de forma transparente e para as pessoas”, frisou.

“A vitória não é nossa, é de Coimbra. Coimbra vai recolocar-se no patamar que merece e onde já esteve e onde tem todas as condições para voltar a estar”, acrescentou, sublinhando o desejo de “tornar a Câmara de Coimbra e todos os seus serviços naquilo que os cidadãos desejam e anseiam”.

O presidente eleito salientou que foi “muito importante eleger seis vereadores”, de um total de 11, mas destacou que pretende trabalhar “com outras forças políticas”, sem “quaisquer discriminações”.

A coligação conquistou 43,92% dos votos, correspondendo a seis mandatos, enquanto o PS alcançou 32,65%, equivalente a quatro, e a CDU (PCP-PEV) 7,51%, assegurando um mandato. Foram, então, eleitos para o novo Executivo Municipal, presidido por José Manuel Silva, Francisco Veiga, Ana Bastos, Carlos Lopes, Ana Cortez Vaz, Miguel Fonseca (Juntos Somos Coimbra); os socialistas Manuel Machado, Carlos Cidade, Regina Bento e Carina Gomes; e Francisco Queirós, eleito pela CDU.

Candidato a um terceiro mandato, Manuel Machado assumiu a derrota mas prometeu aos conimbricenses que o PS vai continuar a valorizar Coimbra. “Abre-se hoje um novo ciclo, mas o PS continuará aqui para trabalhar e para garantir que será feito aquilo que falta e continuaremos aqui para fiscalizar a atividade municipal. Estamos aqui para continuar a valorizar Coimbra”, referiu na noite eleitoral, acrescentando que recebe o resultado que dá a vitória à coligação Juntos Somos Coimbra com “espírito democrático”. Destacou, no entanto, o trabalho feito nos últimos anos. “Coimbra está melhor graças ao nosso trabalho e isso deixa-nos com grande tranquilidade e espírito de missão cumprida, apesar de inacabada”, destacou.

Destaque e, além de José Manuel Silva (coligação Juntos Somos Coimbra) e de Manuel Machado (PS), concorreram à Câmara de Coimbra Francisco Queirós (CDU), Gouveia Monteiro (Cidadãos por Coimbra), Miguel Ângelo Marques (Chega), Filipe Reis (PAN), Inês Tafula (coligação Coimbra é Capital – PDR/MPT) e Tiago Meireles Ribeiro (Iniciativa Liberal).

Destaque também para a elevada taxa de abstenção a nível nacional, que se situou nos 45,71%.


  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM