2 de Dezembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Bairro Feliz – população elege causas que irão beneficiar as suas freguesias

15 de Outubro 2021

Coimbra tem 10 candidaturas em votação no âmbito do projeto Bairro Feliz do Pingo Doce. Existem no concelho cinco lojas, distribuídas por várias freguesias, encontrando-se em cada uma duas candidaturas à espera de serem escolhidas pelos clientes que, por cada 10 euros de compras, recebem uma moeda que colocam depois nas tômbolas que se encontram no estabelecimento, votando na causa que considerarem melhor para a sua localidade, freguesia e cidade.

Na loja da Portela podem votar na candidatura da Conferência de S. Paulo de Ceira “Vicentinos em Ação – Colaborar é Ajudar” ou na do Grupo Ação Sócio Caritativo da igreja de S. João Baptista.

A Conferência de S. Paulo de Ceira candidatou-se a este projeto com o tema “Vicentinos em Ação – Colaborar é Ajudar”. Pretende angariar verbas que lhe permitam comprar 20 cabazes de Natal, para distribuir pelas famílias carenciadas na época natalícia. Trata-se de uma ajuda que vai beneficiar 65 pessoas, entre as quais 23 são crianças e jovens.

Já o Grupo Ação Sócio Caritativo da Igreja de S. João Baptista, com o projeto “Melhor equipamento maior aproveitamento”, pretende adquirir um frigorífico e uma arca congeladora para conservação de alimentos doados. Neste momento, os equipamentos que existem são insuficientes para acolher todos os alimentos oferecidos por empresas e particulares, o que não permite aumentar o número de refeições distribuídas às famílias em situação de carência do bairro.

Na loja dos Combatentes encontram-se a votação os projetos “Bibliofun” e “Bons sonhos para todos”. O primeiro foi apresentado pela Cáritas Diocesana de Coimbra e tem como objetivo a construção de uma biblioteca para as crianças da creche e pré-escolar do Centro de Nossa Senhora da Anunciação. Será necessário comprar livros para as diferentes faixas etárias, estantes e equipamentos de apoio, de forma a criar um espaço atrativo, que incentive o gosto pelos livros e pela leitura. O segundo foi apresentado pela Obra de Promoção Social do Distrito de Coimbra (OPSDC) e destina-se à renovação da creche e jardim de infância da Sé Velha, bem como ao aumento das camas empilháveis para as crianças fazerem a sesta.

No Pingo Doce de Eiras podem escolher entre a “Biblioteca comunitária” e “O jardim mais charmoso do Monte Formoso”, ambos propostos por Grupos de Vizinhos. O primeiro visa criar uma biblioteca de rua, comunitária, onde cada um poderá colocar e levar livros, de forma livre e gratuita. A biblioteca será instalada num local frequentado por moradores do Monte Formoso, onde também serão dinamizadas tertúlias. Pretende incentivar a leitura, o envelhecimento ativo, os laços sociais, numa partilha ambientalmente sustentável. O segundo tem em vista a renovação dos espaços verdes, onde existem muitos canteiros, quintais e jardins degradados ou até abandonados. Pretende ajudar os moradores que não conseguem recuperar esses espaços, por razões económicas ou devido à idade avançada.

Por último, no Pingo Doce da Rua da Sofia, na Baixa, encontram-se a votação os projetos “Ajudem a proteger”, da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Coimbra, e “Junte-se a nós neste campeonato!”, da OPSDC. O primeiro tem como finalidade adquirir uma câmara térmica, para apoiar no combate a incêndios urbanos e industriais, garantindo a segurança dos cidadãos e dos operacionais. O segundo tem em vista melhorar as instalações do Centro de Acolhimento do Loreto, com a aquisição de um equipamento de matraquilhos, de forma a tornar o espaço interior mais apelativo, promovendo o convívio, as relações pessoais e o bem-estar mental.

A votação decorre até 2 de novembro e todos podem participar nesta ação, que pretende tornar os bairros mais felizes.

“O programa Bairro Feliz deu voz aos vizinhos e às entidades locais para inscreverem os projetos que gostariam de concretizar pelo seu bairro e em prol do bem-estar da vizinhança”, sublinha Filipa Pimentel, coordenadora nacional do programa, destacando o facto de as causas foram inscritas terem sido propostas por instituições, entidades locais ou grupos de vizinhos, abrangendo temáticas diversas.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM