23 de Junho de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

CLARA CORREIA

A senhora das sapatilhas vermelhas!

7 de Maio 2021

Queridos leitores;

Devo ser das poucas pessoas no mundo que tomam nota do dia em que compram umas sapatilhas. É verdade, eu faço isso graças a tomar nota do dia em que as sapatilhas “nascem” e assim posso celebrar as suas primeiras semanas, os seus primeiros meses, o primeiro aniversário e os seguintes.

Antigamente era assim… as minhas sapatilhas vinham de Espanha e eram normalmente compradas em viagens de família. Eu conhecia muito bem as lojas de Fuentes de Oñoro, Ciudad Rodrigo, Salamanca e o El Corte Inglés de Vigo. Sabia muito bem que sapatilhas comprar em cada uma das lojas. Eram tempos em que ter umas John Smith de pano era um verdadeiro luxo… aqueles eram tempos em que ter umas Nike (quase) dava direito a dar autógrafos no colégio… aqueles eram tempos em que sonhava ter as mesmas sapatilhas dos jogadores que via na revista Gigantes del Basket. Aquele cheirinho a sapatilhas novas era mágico e eu já gostava de algumas marcas que eram usadas pelos jogadores de basquetebol do meu clube. Naquele tempo estava eu longe de imaginar que um dia iria ter a alegria de trabalhar para uma grande marca desportiva em Barcelona, que também vende sapatilhas de várias cores; naquele tempo estava longe de imaginar que algum dia usar sapatilhas seria moda; naquele tempo estava longe de imaginar que um dia juntaria letrinhas para falar sobre as minhas sapatilhas.

Hoje é assim: compro sapatilhas para celebrar dias (ou acontecimentos) especiais da minha vida. Comprei as últimas sapatilhas, umas lindas sapatilhas vermelhas, no início do verão de 2018, para celebrar a conclusão de mais uma etapa da minha formação académica. Estas estiveram guardadas numa linda caixa até ao dia da sua estreia. No início da sua vida eram apenas usadas em dias especiais e passaram depois a ser usadas nalguns dias de trabalho. Tenho a alegria de trabalhar com muitos jovens, de facto muito jovens, e para eles eu sou A SENHORA DAS SAPATILHAS VERMELHAS. Isto aumenta o protagonismo das minhas lindas sapatilhas que se tornaram (quase) uma espécie de BILHETE DE IDENTIDADE.

Nos últimos 85 dias as minhas lindas sapatilhas vermelhas fizeram 85 passeios pela cidade de Coimbra e estão agora a precisar de umas irmãs mais novas. Como os meus queridos leitores devem calcular estou, de novo, à procura de umas lindas sapatilhas vermelhas porque não quero (nem posso) mudar de bilhete de identidade, porque não quero que os jovens, na realidade muito jovens, com quem trabalho, deixem de me (re)conhecer porque já não sei conduzir umas sapatilhas de outra cor.

Vou fazer-vos, queridos leitores, uma confissão: tenho um sonho que é o de continuar a ser, por muitos e saborosos anos, A SENHORA DAS SAPATILHAS VERMELHAS.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM