2 de Dezembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

União das Freguesias de Coimbra distinguiu melhores alunos

15 de Outubro 2021

A União das Freguesias (UF) de Coimbra – Sé Nova, Santa Cruz, Almedina e São Bartolomeu – entregou, na terça feira, as bolsas de mérito aos alunos da freguesia que obtiveram as melhores notas no último ano letivo (2020-2021).

Destinadas exclusivamente a alunos residentes na área da UF, as Bolsas de Mérito contaram com 44 candidaturas, nos vários níveis de ensino, do básico ao secundário, ficando de fora apenas o ensino superior. No primeiro ciclo o prémio foi entregue a Gustavo Rodrigues, no segundo ciclo a Maria Pinto e Marta Gouveia (que obtiveram a mesma classificação), no terceiro ciclo a Teresa Martins e no ensino secundário a Gonçalo Prazeres, que esteve representado na sessão pelos pais, uma vez que não podia estar presente.

Cada um destes alunos recebeu um diploma de mérito e um cheque. No primeiro ciclo foi atribuído um cheque no valor de 400 euros, no segundo de 600, no terceiro de 700 e no ensino secundário de 800.

O presidente da UF de Coimbra, João Francisco Campos, deu os parabéns a todos os alunos premiados, felicitando-os pelos resultados obtidos. Agradeceu também a Jorge Veloso, presidente da UF de S. Martinho do Bispo e Ribeira de Frades, pela ajuda que deu na organização deste processo, pioneiro na UF de Coimbra mas que tem já longa tradição em S. Martinho do Bispo e Ribeira de Frades.

“Achamos que é importante valorizar os nossos alunos e premiar o mérito do seu trabalho. É importante que os nossos jovens saibam que o seu empenho e dedicação são reconhecidos”, disse João Francisco Campos nesta sessão que contou com a presença dos alunos e dos pais.

Recorde-se que a UF de Coimbra lançou estas Bolsas de Mérito em agosto, apesar de as ter planeado já para o ano anterior (2019-2020). A pandemia acabou, contudo, por atrasar este processo que culminou agora com a entrega dos prémios. Na altura do anúncio das bolsas, o presidente lembrou que, embora seja pioneira nesta UF, esta é já uma iniciativa habitual noutras freguesias, adiantando também que é para continuar.

A atribuição das bolsas teve em conta a média final, analisada até à centésima. Nesta primeira edição, houve um empate no segundo ciclo, com duas alunas a obterem a mesma classificação final, tendo sido entregue a cada uma um cheque no valor de 600 euros. João Francisco Campos recordou que esta situação estava prevista no regulamento, que estipulava que, em caso de empate, a dotação financeira canalizada para este projeto poderia ser aumentada.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM