27 de Outubro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

União 1919 celebrou primeiro contrato na formação

8 de Outubro 2021

O Clube União 1919 assinou, na semana passada, um contrato de formação, ato que, segundo a Direção desta coletividade histórica da cidade de Coimbra, ocorreu “pela primeira vez na sua história”. Este contrato foi celebrado com Diogo Lemos, de 16 anos, atleta do escalão de juniores mas que integra também o plantel sénior.

“Gostaria de agradecer a este clube pela confiança depositada em mim ao ter sido o primeiro jogador a assinar este contrato”, disse o futebolista na sessão, que contou com a presença do presidente do clube, Fernando Soares; do treinador principal da equipa sénior, Rui Rovira; e do pai e outros familiares do atleta.

Diogo Lemos disse que é um “orgulho fazer parte deste clube, por toda a sua história e pela ligação à cidade de Coimbra”. Manifestou o desejo de representar este emblema “da melhor forma possível, agora que as ambições de reerguer o União estão mais vivas do que nunca”. Recordou, ainda, que “a promoção de todos os escalões de formação ao campeonato nacional foi um dos objetivos ao qual esta Direção se comprometeu”.

“Tenciono ajudar a equipa de juniores a alcançar esse feito, tal como alcancei juntamente com os meus colegas no escalão de iniciados. A assinatura deste contrato vem provar, mais uma vez, a confiança que o
clube tem na sua formação e desejo que mais contratos destes sejam
assinados no União”, disse o jovem futebolista.

O presidente do clube manifestou “enorme satisfação e orgulho” por assinar este primeiro contrato de formação do Clube União 1919. “O Diogo Lemos é uma referência do União, equilibrado emocionalmente e estruturado familiarmente. É um exemplo para os mais jovens e até para os mais velhos onde passa exemplarmente a mística do União”, realçou Fernando Soares, adiantando que “mais contratos serão feitos com alguns atletas” que irão refletir essa “aposta clara na formação”, onde o clube quer voltar a ser “uma referência” na cidade.

Rui Rovira considerou, também, que este “é um momento histórico”, que “ilustra o cuidado e a preocupação que o Clube União 1919 teve em voltar a ser um clube de formação por excelência e, simultaneamente, na aferição de um conjunto de características técnico-táticas e, fundamentalmente, pessoais dos atletas”.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM