16 de Setembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

St. Paul’s School aposta no ensino não presencial

20 de Março 2020

O colégio St. Paul´s School, situado em Fala, União de Freguesias de S. Martinho do Bispo e Ribeira de Frades, suspendeu, na segunda feira, as aulas presenciais, na sequência da recente medida do Governo que impõe o encerramento dos estabelecimentos escolares, apostando, a partir dessa data, no E-learning.

Com esta medida, o colégio bilingue assegura aulas e atividades on-line para os alunos do 1.º ao 3.º Ciclo, com os respetivos professores, adaptadas em metodologia e horários às necessidades inerentes a cada grupo e exigência pedagógica. Está também a definir um plano para o Jardim de Infância.

O estabelecimento segue as orientações emanadas pelo Governo, mas age reduzindo prejuízos na sua missão educativa e de apoio continuado às famílias”, explica o administrador, Rui Ramos. Anuncia, ainda, que o colégio vai manter-se “encerrado às atividades presenciais, mesmo durante as férias da Páscoa, atendendo à gravidade da situação clínica no país e no mundo, e consciente da responsabilidade social que a conjuntura implica, no entanto reduzindo a penalização para os seus alunos e famílias”.

O St. Paul´s School mantém assim a sua atividade pelos canais virtuais, com aprendizagem e atividades on-line, em tempo real e com a disponibilização de materiais pedagógicos necessários à aquisição de conhecimento.

Dado o estado de alerta em que se encontra o nosso país, e tendo em conta o facto de que todos os profissionais de saúde ou ligados às forças de segurança e emergência são imprescindíveis, o St. Paul’s School anuncia que, a pedido das suas famílias, abre excecionalmente as suas portas a “todos os alunos cujos progenitores cuja profissão tem o enquadramento necessário e sem qualquer outro suporte familiar”.

O estabelecimento defende o encerramento e a permanência em casa, mas também está ciente que existem profissionais essenciais à nossa sociedade e à situação que vivemos. Não podemos deixar de estar solidários”, realça a Direção, acrescentando que o colégio está “recetivo a encontrar soluções que apoiem as famílias que se encontram a trabalhar para garantir a segurança e saúde pública, providenciando as melhores condições para os seus filhos”.

Hospital da Fundação disponível para auxiliar Governo

Para além desta medida imposta no colégio, a Fundação ADFP (Associação, Desenvolvimento e Formação Profissional), responsável pelo St. Paul’s School, colocou também à disposição do Governo o Hospital Compaixão, em Miranda do Corvo, que está pronto desde abril do ano passado mas que aguarda pelos acordos com o Serviço Nacional de Saúde para poder começar a funcionar. A instituição explica que disponibiliza este hospital para “auxiliar o Governo no combate à Covid-19”, tratando-se de uma unidade que está “a 15 minutos de Coimbra” e que dispõe de “60 camas, quatro ventiladores, TAC, Raio-X e ecografia”, integrando ainda bloco operatório, com duas salas de cirurgia e área para serviço de urgência.

“Perante a emergência nacional e mundial vivida, e tendo em conta os relatos de insuficiência das atuais unidades hospitalares, incluindo o Hospital da Universidade de Coimbra, a Fundação disponibiliza a infraestrutura por entender que esta pode ser útil ao governo, aos portugueses e às pessoas da região de Coimbra”, realça a Fundação.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM