24 de Setembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Presidente da Lousã defende abolição de portagens na A13

7 de Fevereiro 2020

O presidente da Câmara Municipal da Lousã, Luís Antunes, defendeu, através de uma tomada de posição junto da ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, a abolição das portagens na A13.

Esta posição surge no seguimento do anúncio e da discussão relativamente à medida de redução de portagens no Interior do país, anunciada na Assembleia da República pela ministra.

Apesar do autarca saber que esta medida não resolve todos os problemas relacionados com as assimetrias do país, assume a sua importância no que diz respeito ao desenvolvimento dos concelhos do Interior, reforçando que a medida mais adequada seria, claramente, a abolição das referidas portagens sendo esta decisão um estímulo importante para os residentes nestes territórios, para os visitantes e, especialmente, para as empresas que diariamente fazem um enorme esforço para gerar valor, muitas das vezes em situações menos favoráveis quando comparadas com zonas com melhores acessibilidades.

Luís Antunes apelou, por isso, à ministra da Coesão Territorial o envolvimento da própria na concretização das soluções que permitam melhorar as condições de mobilidade da região. O autarca recordou que a ministra tem conhecimento das “reais dificuldades” deste território, e em particular do concelho da Lousã, que tem estado privado do Sistema de Mobilidade do Mondego, de uma alternativa à Estrada da Beira (EN17) e de uma ligação “digna” ao IP3, visto que as obras em curso nesta via, ainda que importantes, não respondem plenamente às necessidades da região.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM