27 de Outubro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Parque Infantil vai nascer na Quinta da Portela

2 de Outubro 2020

A construção do Parque Infantil vai avançar na Quinta da Portela. O projeto de execução desta obra, que a Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais tem protocolada com a Câmara Municipal de Coimbra, no âmbito dos Contratos Interadministrativos de Delegação de Competências para o ano de 2019, foi aprovado na reunião do executivo de segunda feira.

O parque infantil vai ser implementado num espaço ajardinado existente num local central e vai contemplar a instalação de três equipamentos distintos, nomeadamente um baloiço inclusivo, uma torre de atividades com escorrega e elementos de trepar e um elemento com água, numa referência à proximidade com o Rio Mondego.

Depois da aprovação do projeto, que tem um custo estimado de perto de 143 mil euros, a Câmara entrega agora a obra à Junta de Freguesia, que ficará responsável pelo espaço. Recorde-se que o presidente da Junta, Francisco Andrade, disse recentemente em entrevista a “O Despertar” que gostaria que o novo parque apostasse “na simbiose de criança e idoso”, sendo um espaço atrativo para estas duas faixas etárias. Lembrou, também , que esta é “uma obra grande que vai servir uma zona onde há muitas crianças e onde não têm um espaço para brincarem”.

O parque infantil vai nascer numa zona central e de fácil acesso da Quinta da Portela, num espaço confinante com a Alameda Marquesa de Pomares e a Rua Maria Vitória Bourbon Bobone. A intervenção consiste na modelação do terreno, na criação de percursos pedonais acessíveis, na colocação de pavimentos de segurança e instalação dos três referidos elementos de recreio, no reforço da vegetação existente e colocação de vedação nas laterais do parque confinantes com os arruamentos e a circulação automóvel, assegurando as condições necessárias para o pleno uso do espaço.

Para além de promover o ato de brincar no espaço público e ao ar livre, este novo parque aposta também no contacto com a natureza. Para tal, segundo a Câmara de Coimbra, o projeto desenvolvido não se centra apenas “em equipamento formal” mas é “enriquecido pela variedade florística de forma a potenciar o contacto com a natureza e a ampliar a oportunidades de brincar e explorar”.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM