6 de Dezembro de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

Montemor-o-Velho: Feira do Ano continua a crescer e a inovar

3 de Setembro 2018

Começa amanhã (1 de setembro) a Feira do Ano – Festas do Concelho de Montemor-o-Velho, que vai animar o Município até 9 de setembro. Mais de 170 expositores participam neste certame que, marcado pela tradição e inovação, volta a juntar no centro da vila, no Largo da Feira, tudo aquilo que há de melhor no concelho e na região.

De 1 a 9 de setembro, a sede do concelho de Montemor-o-Velho volta a transformar-se numa “gigantesca e acolhedora sala de visitas”. Revitalizada e em crescimento, a Feira do Ano – Festas Concelhias volta a envolver todas as “forças vivas” locais e apresenta-se com algumas novidades, a começar pelo reforço da animação noturna e pela criação de uma área de bares temáticos que vão proporcionar “novas experiências” aos visitantes.

Durante a apresentação do evento, o presidente da Câmara Municipal, Emílio Torrão, recordou que esta é “a festa do povo e da família”, um evento que Montemor-o-Velho tem que aproveitar para “afirmar a sua economia, o seu artesanato, a sua cultura e as suas tradições”.

Pensado para agradar a públicos de todas as idades, o programa reforça a sua aposta no público jovem e integra um conjunto de realizações que deverão atrair muitos visitantes ao concelho neste período festivo, como o 5.º Festival Forte (que decorre até domingo), o 29.º Troféu Alves Barbosa (amanhã e domingo) e o 65.º Campeonato do Mundo de Nação de Pesca Desportiva de Água Doce (de 3 a 9 de setembro).

Mantém, contudo, todas iniciativas que são tradicionais na Feira do Ano, como as feiras da roupa velha, das cebolas, da fruta e do cavalo e também as atividades equestres e a grandiosa corrida de touros do Baixo Mondego. A estes eventos que fazem parte da identidade desta região, juntam-se outros, como a Mostra de Atividades, a Feira Agrícola e Industrial e a Mostra Agrícola e Espaço Rural. As tasquinhas, o artesanato e a animação são também atrações desta festa que, como realça a autarquia, “quer manter e reforçar o seu cunho de identidade local”, dando especial destaque às freguesias, que têm um papel muito importante não só na dinamização das tasquinhas mas também na animação, com as suas filarmónicas, ranchos folclóricos e etnográficos e grupos de dança.

Manter esta “forte ligação às raízes” é uma das preocupações da comissão organizadora que, para além dos artistas de renome nacional, aposta também na “prata da casa”, mexendo assim com a dinâmica concelhia e unindo mais a população, “consolidando o sentimento de pertença a Montemor-o-Velho”.

Animação para todos os gostos e idades

Mickael Carreira é o artista que abre amanhã as festas. No domingo sobe ao palco Sílvio Girão, na segunda Luís Travassos, na terça Ús Sai de Gatas, na quarta Baluarte com Sara Travassos e Claúdio Dias e na quinta Wet Bed Gang, com Mafalda Arnaut e António Ataíde. Para os últimos dias estão reservados os concertos de Raquel Tavares (dia 7), Blaya (dia 8) e O Mundo da Sara (dia 9).

Para além destes grandes concertos, há ainda um palco destinado às freguesias, onde vão atuar os artistas e grupos locais durante os nove dias, e há animação permanente no recinto da feira.

A festa estende-se por 78.000 metros quadrados e conta com a participação de 173 expositores, repartidos pelas áreas institucional, comércio, indústria e serviços (64); artesanato do concelho (22); maquinaria agrícola e automóvel (12); doçaria (7); postos de café (2); mostra agrícola e espaço rural (42); tasquinhas tradicionais (5); bares petisqueiras (3); bares de bebidas (3); bares temáticos (6); e espaços de comidas rápidas (7).

De destacar também o espaço “Mundo Animal”, dedicado à apicultura e vespa velutina; e o espaço de animação infantil, uma zona exclusiva para os mais pequenos, onde não vão faltar as atividades lúdico-pedagógicas, os insufláveis, as camas elásticas, as muitas atividades na Morlândia, um cenário para tirar fotografias, pinturas faciais, modelagem de balões, entre outras atividades.

À disposição dos visitantes estão cinco parques de estacionamento, com 2015 lugares, havendo também um parque para expositores, com 150 espaços. A pensar na acessibilidade, a Feira do Ano dispõe, também, de instalações sanitárias para pessoas com mobilidade reduzida, assim como fraldário e espaço para amamentar. Os visitantes dispõem, ainda, de wi-fi gratuito.

A Feira do Ano – Festas Concelhias é inaugurada amanhã às 19h00. No domingo abre às 12h00, de segunda a sexta feira às 19h00 e no fim de semana seguinte, dias 8 e 9, novamente às 12h00. As entradas são gratuitas.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM