14 de Agosto de 2022 | Coimbra
PUBLICIDADE

Marcha Popular da Vila de Soure ainda vai marchar a Lisboa

24 de Junho 2022

A Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Soure é uma instituição sem fins lucrativos, que se destina à melhoria da qualidade de vida do cidadão com deficiência, incapacidade e em situação de desvantagem, nas áreas da reabilitação, educação e qualificação profissional.

“No cumprimento da nossa missão, encetamos esforços para proporcionar aos nossos utentes uma participação ativa na comunidade, quer social quer culturalmente”, assegura o presidente da APPACDM, Dr. Santos Mota.

Assim, em 2018 surgiu a ideia de criar a Marcha Popular da APPACDM. Nesse ano, socorreram-se do voluntariado e do empenho dos colaboradores, utentes e amigos da instituição. “Tivemos diversas atuações, subordinadas ao tema “Santiago, o Santo Padroeiro da Vila de Soure” e promovemos o I Encontro de Marchas Populares, no âmbito das comemorações de Santiago”, conta o presidente ao Despertar.

No ano seguinte, em 2019, reformularam o conceito da Marcha e criaram um que se interligasse com a tradição templária sourense. Os templários constituíram o mote para toda a performance, desde os trajes às letras das músicas.

Os últimos dois anos, devido ao confinamento imposto pela covid-19, revelou-se duplamente penoso para a pessoa com deficiência e a retoma progressiva da normalidade constitui um ponto de viragem muito ansiado.

“Tendo em consideração o atual cenário em que vivemos, decidiu-se subordinar a nossa Marcha ao tema “Dar asas aos sonhos e voar”. Em cada atuação, procuraremos sempre convidar o público a dar as mãos e voar para um destino sem estigmas e com lugar à diferença”, explica ao Despertar.

A Marcha da Vila de Soure conta com 16 pares mistos, utentes e colaboradores da APPACDM de Soure e da Cooperativa Deliciosas Diferenças, com idades compreendidas entre os 8 e os 65 anos. A confeção dos trajes, este ano, ficou a cargo dos formandos do curso de Formação Profissional de Costureiro/Modista. Os penteados da responsabilidade das cabeleireiras Carla Costa e Sofia Gaspar e a maquilhagem da profissional Liliana Porto.

“Nos desfiles, e para abrilhantar a nossa Marcha, contamos com a Banda de Soure, que enquadra musicalmente o coro, e com a simpatia dos padrinhos, Patrícia Beja e Carlos Santos”, conta.

Para alcançar o perfeccionismo em cada atuação ensaiam na Sede da APPACDM já desde janeiro, em que numa fase inicial é uma vez por semana, mas com a aproximação dos espetáculos ensaiam todos os dias.

A marchar pelo país

Sem nunca esquecerem a sensação de marcharem a primeira vez, que foi “indescritível, um largar tudo e se abraçarem logo após a primeira atuação”, continuam a marchar por vários locais.

Destacam Cernache e a Noite Branca, em Coimbra, que os marcou essencialmente devido aos “muitos elogios e aplausos” de que foram alvo. Salientando, ainda, que participar na noite mais fantástica de Coimbra é “sempre um marco porque foi a primeira aparição enquanto Marcha em 2018 e é um orgulho tanto para os colaboradores como para os utentes da APPACDM”.

Este ano ainda vão desfilar no Sábado em Vila Nova de Cernache, a 22 de julho na Vila de Soure e em Lisboa, com data ainda por definir.

O Presidente da APPACDM de Soure, Dr. Santos Mota, confidencia, sorridente e orgulhoso, que é “uma experiência muito enriquecedora que ficará para sempre na memória de todos e na consciência das boas práticas da igualdade na diferença. É uma atividade que junta toda a comunidade institucional. A nossa marcha faz-se da vontade que supera qualquer limitação. Cada vez mais me orgulho de pertencer a esta família”.

A ambição “desta família” como caracteriza o presidente é “melhorar de ano para ano e quem os acompanha já nota uma evolução muito grande desde a coreografia, aos trajes, às músicas, já se nota muita diferença”.

Como se apoiam?

Neste momento regem-se com as verbas da associação, contudo já efetuaram uma candidatura à Câmara Municipal de Coimbra de forma a apoiarem no financiamento deste projeto.

“Felizmente temos conseguido gerir este projeto, mas aguardamos ansiosamente que a Câmara aprove esta nossa candidatura para continuarmos a fazer felizes os nossos meninos”, finaliza.


  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM