28 de Maio de 2020 | Coimbra
PUBLICIDADE

Gala solidária d’ A Previdência quer todos unidos no apoio à Acreditar

10 de Janeiro 2020

Unir todos no apoio à Acreditar – Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro é o grande desafio que A Previdência Portuguesa lança, amanhã (11 de janeiro), à comunidade, convidando todas as pessoas a associar-se à Gala Solidária que esta associação mutualista promove, a partir das 21h30, na antiga Igreja do Convento São Francisco, em Coimbra.

João Pedro Pais, João Gentil, Luís Travassos, Mário Daniel, Sofia Lisboa, Paulo Figueiredo, Viviane e Coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra vão subir ao palco nesta noite de gala, que será apresentada por Sansão Coelho e Sofia Lisboa.

Este espetáculo, que marca o encerramento das comemorações dos 90 anos d’ A Previdência, vai apoiar uma causa que, direta ou indiretamente, a todos toca, revertendo toda a receita angariada para a Casa da Acreditar de Coimbra, uma casa de acolhimento que se tem transformado num lar para as centenas de crianças e famílias que tem acolhido desde que foi criada, em 2009.

De acordo com Maria Patrocínio Dias, membro da Direção nacional da Acreditar e responsável pelo Núcleo da Região Centro, só em 2019 esta casa acolheu 153 crianças e respetivas famílias, oriundas de vários pontos país mas, acima de tudo, de Leiria, Viseu e Açores. Acolhe crianças desde o primeiro ano de vida aos 18 anos mas, no ano que agora findou, recebeu também 12 jovens adultos, sendo intenção da instituição assegurar esta resposta até aos 25 anos.

“A doença fragiliza e o apoio é preciso”, sublinhou Maria Patrocínio Dias, lembrando que todos os apoios que surgem são bem vindos e necessários para que seja possível “levar a bom porto esta missão”. Cada quarto representa uma despesa anual de 9.000 euros, valor que é integralmente suportado pela Acreditar, ficando ao encargo das famílias apenas a despesa das refeições.

Cada bilhete custa nove euros e a receita angariada com a Gala Solidária vai reverter, na íntegra, para esta causa. O presidente d’ A Previdência, António Martins de Oliveira, explica que este evento, pretende sensibilizar a comunidade para esta causa social e para o trabalho tão meritório que a Acreditar realiza. “A comunidade, as pessoas e os pais, por vezes, não sabem o que é que as instituições fazem, quais são os seus problemas e do que é que precisam”, realça, considerando que as entidades da economia social têm a responsabilidade social de ajudar a promover o seu trabalho e de “amenizar os seus problemas”.

Espera, por isso, que tal como sucedeu com os artistas que participam na Gala, que vão atuar a título gracioso, também a comunidade diga sim a esta causa e marque presença, amanhã à noite, no Convento São Francisco, unindo-se no apoio à Acreditar e transmitindo a todas as crianças e famílias que se deparam com o cancro uma mensagem de esperança.

Foi precisamente essa mensagem que Sofia Lisboa, ex-vocalista dos Silence 4 e sobrevivente de cancro, quis transmitir na apresentação deste evento, que decorreu na terça feira, precisamente na Casa da Acreditar. “O inferno existe e o inferno é uma criança com cancro”, disse, acrescentando que, se em tempos acreditou nestas palavras, a vida a fez mudar de ideias, ao colocá-la perante exemplos de verdadeira coragem e superação. “As crianças têm a capacidade de perdoar a vida. Os casos de sucesso são muitos e, passado o cancro, a criança está pronta para descobrir a vida, sem mágoas”, realçou. Sobre a gala, não tem dúvidas de que será “um espetáculo maravilhoso”.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM