6 de Maio de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Freguesia do Seixo requalifica Casa Gandaresa

19 de Março 2021

A Junta de Freguesia do Seixo, no concelho de Mira, conta com 150 mil euros para requalificar e transformar uma Casa Gandaresa em Centro de Interpretação e Casa da Cultura da Gândara. A candidatura submetida em 2018 ao Turismo de Portugal foi aprovada e visa a valorização da Casa Gandaresa, conferindo-lhe novas valências e funções.

A Casa Gandaresa já está a ser alvo de recuperação, mantendo a traça original. “A candidatura vai possibilitar a disponibilização de componentes museológicos digitais e outros recursos que vão permitir comunicar a cultura desta região de uma forma interessante, dinâmica, interativa e educativa”, explica a Junta de Freguesia, acrescentando que a execução deste projeto irá conferir “à região gandaresa (e à própria região Centro) um referencial turístico com identidade secular, possibilitando ainda uma forte partilha de conhecimento (tradições, usos e costumes) entre a comunidade local e os turistas”.

Recorde-se que a Casa Gandaresa é a expressão mais fiel alusiva à vivência da comunidade local e a evidência das características geomorfológicas da própria região, a qual se expressa nos materiais de base à sua construção, visto que a Casa Gandaresa era construída em adobe (feitos de barro e cal – recursos endógenos da região).

“É extraordinário termos conseguido mais um apoio para a nossa Freguesia, desta vez na área do património. A cultura gandaresa tem, provavelmente, a sua expressão material mais visível na Casa Gandaresa, pelo que a defesa e valorização do nosso património merece toda a nossa dedicação e esforço. A Casa e a Gândara têm uma ligação umbilical, pelo que é nossa obrigação preservá-la nos tempos vindouros, mantendo bem viva o que outrora serviu de habitação aos nossos antepassados”, enaltece o presidente da Junta, Tiago Cruz.

O autarca reforça ainda que “nada disto teria sido possível sem o forte apoio da comunidade seixense, em particular da Associação Cultural e Recreativa do Seixo e das suas secções, bem como do apoio do Orçamento Participativo Municipal promovido pelo Município de Mira”.

Seixo tem pela frente um grande desafio, mas ficará dotado de um dos mais emblemáticos e representativos equipamentos culturais com fins turísticos da região, pelo que se trata de um bom e rentável investimento”, termina.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM