26 de Junho de 2022 | Coimbra
PUBLICIDADE

Festival de caminhadas e emoções está a chegar à Pampilhosa da Serra

20 de Maio 2022

Pampilhosa da Serra vai receber, entre 27 e 29 de maio, o festival Walking Weekend com um conjunto de caminhadas e aventuras para os amantes da natureza de qualquer idade. Um evento que ruma à quinta edição já no próximo fim de semana e que promete proporcionar uma experiência diferenciadora a mais de uma centena de participantes

A quinta edição do Walking Weekend está prestes a trilhar Pampilhosa da Serra, após dois anos suspenso, em consequência da pandemia da Covid-19.

Trata-se de um festival, que decorre entre os dias 27 e 29 de maio, limitado a 125 pessoas, que alia “um conjunto de caminhadas e a gastronomia serrana daquele concelho”, proporcionando aos participantes uma experiência “única e autêntica”, garante o técnico de turismo do Município da Pampilhosa, Gonçalo Lima.

No primeiro dia será a receção aos amantes da natureza, no Mercado Municipal, com a degustação do que de melhor o concelho tem para oferecer para aconchegar o estômago ao mesmo tempo que desfrutam da animação musical preparada para o arranque deste evento.

Já a 28 de maio, começa a despertar-se o espírito aventureiro dos participantes, que vão poder escolher uma das cinco caminhadas disponíveis para todas as idades. Na opção A “Subida aos Penedos de Feijão”, com cerca de quatro quilómetros, vai poder ver a Pampilhosa “aos olhos de quem ali vive”. Entre os trajetos, está também o “Caminho do Xisto da Barragem de Santa Luzia”, de 9.7 km, “um dos percursos mais bonitos do território”, assegura o técnico, destacando também a caminhada de cinco quilómetros da Filhó Espichada “Pés ao Caminho e Mãos na Massa”. “É uma experiência mais gastronómica, em que as pessoas vão ao Atelier da Filhó, na aldeia do Cabril, onde vão poder amassar a massa e conhecer os arredores”.

A última opção, é uma caminhada de Interpretação do Património Cultural e Religioso “Herança Ancestral Pampilhosense”, de 2.5 km, “que valoriza o património cultural e a vila”.

Além das caminhadas, neste primeiro dia, os grupos vão juntar-se no Vilar da Amoreira para um conjunto de atividades, como passeios de canoa, caminhadas, o workshop “O Mundo do Pedestrianismo”, dinamizado pela Decathlon e, se a meteorologia o permitir, “os participantes vão poder experienciar um voo cativo de balão de ar quente, com uma paisagem fantástica”, salienta Gonçalo Lima.

 

Despertar o espírito aventureiro

Para o último dia (29) há quatro novas caminhadas para descobrir as maravilhas da Pampilhosa da Serra, entre elas, duas aquáticas para os mais aventureiros, envolvendo saltos, tobogãs e rappel, “que se tem revelado um sucesso ao longo das edições”.

“Há também a opção da Grande Caminhada “Rota do Rio Unhais”, de 18.2 km, que vai desde a Barragem de Santa Luzia até à vila de Pampilhosa”, aponta.

Para este dia, os participantes têm ainda a possibilidade de participar no percurso interpretativo “Aldeia das Cabras, do Mel e do Medronho”, com quatro quilómetros, onde “podem conhecer as potencialidades da criação do medronho neste território”, e os mais audazes “podem ainda vestir o fato de apicultor e visitar as colmeias”, entre outras experiências mais rurais.

Ao longo do festival, os amantes da natureza vão poder desfrutar de toda a gastronomia típica serrana daquele concelho em vários restaurantes locais, incluindo uma experiência “inesquecível, “um jantar à luz das estrelas”. Os visitantes podem ainda pernoitar nos diversos alojamentos locais da Pampilhosa da Serra, que estão disponíveis no site do evento (walkingweekend.pt).

As inscrições encontram-se abertas até ao dia 24 de maio. A experiência completa tem um custo de 60 euros, mas quem quiser pode apenas desfrutar do dia 28 ou 29, por um valor de 45 e 25 euros, respetivamente.

“Quem se inscreve neste festival tem direito a um autocarro que sai do Mercado Municipal e acompanha os participantes durante todas as atividades”, acrescenta o técnico de turismo.

Além da parceria com as Aldeias de Xisto e a Decathlon, o evento conta também com o apoio da Escola Superior de Educação de Coimbra, através dos cursos de Turismo e de Língua Gestual Portuguesa (LGP). “Os estudantes de Turismo virão como voluntários para conhecerem o território, as suas potencialidades e perceber como se organizam eventos enquanto os de LGP vêm tornar o festival mais acessível e inclusivo, com a interpretação de dois percursos”, explica Gonçalo Lima, ao revelar que têm ainda uma cadeira adaptada a pessoas com mobilidade reduzida para que possam também fazer os percursos pedestres, “uma aposta a que queremos dar continuidade”.

O Walking Weekend, que teve a sua primeira edição em 2016, tem vindo a crescer de forma significativa, com “cada vez mais adesão”, que “promove esta região e o que o concelho tem de melhor, seja pela natureza, a beleza paisagística, a gastronomia, o saber receber e pelas potencialidades de todo este território”.

“Não queremos que seja apenas mais uma caminhada, mas que desfrutem e sintam o território e levem um pouco da Pampilhosa da Serra no coração”, remata o técnico de turismo do Município da Pampilhosa da Serra, Gonçalo Lima.


  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM