20 de Outubro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Festas da Cidade animam Coimbra até 11 de julho

2 de Julho 2021

Coimbra vive, até 11 de julho, as suas tradicionais Festas da Cidade. As celebrações começaram ontem e vão animar o concelho durante 11 dias, convidando a população a desfrutar e a viver a sua cidade. Devido à pandemia, o programa aposta, mais uma vez, sobretudo em eventos ao ar livre e descentralizados pelas várias freguesias, procurando impulsionar a economia local ao mesmo tempo que dignifica Coimbra e honra a sua padroeira.

Neste ano ainda fortemente marcado pela covid-19, a Câmara Municipal de Coimbra volta a apostar num programa diferenciador, que promova, dinamize e embeleze a cidade por ocasião das suas festas e que impulsione a economia local e os artistas e trabalhadores da área cultural, que têm sido muito afetados pela pandemia.

Acautelando sempre o cumprimento das orientações da Direção Geral da Saúde (DGS), apresenta um programa transversal, com lotações limitadas e eventos descentralizados em todas as freguesias, com transmissão online, de forma a levar a festa a todo o concelho.

Assim, para além dos grandes concertos na cidade, que se encontra com iluminação festiva neste período, o cartaz engloba 18 espetáculos nas freguesias, 12 sessões de fado, exposições, teatro, visitas guiadas, entre outros eventos. A pensar na diversão e não podendo realizar-se a tradicional Feira Popular, apresenta ainda oito equipamentos de diversão na Praça da Canção.

Richie Campbell atua hoje

Depois do espetáculo da Orquestra Bamba Social & Tiago Nacarato, o cartaz de espetáculos continua hoje com o concerto de Richie Campbell, também no Jardim da Sereia, a partir das 21h30. Reconhecido como o primeiro fenómeno musical da internet em Portugal a ter sucesso a uma escala nacional e internacional, o cantor é líder da nova geração de artistas portugueses, sendo considerado um dos artistas mais versáteis em Portugal.

Este concerto encerra o programa de hoje, que inclui ainda um espetáculo de teatro para escolas, “Antiprincesas”, às 15h00, no Convento São Francisco. Abre também, às 17h30, no Pátio da Inquisição, a exposição “Judeus de Coimbra – da tolerância à perseguição – memórias e materialidades”. Seguem-se dois espetáculos de fado, um às 18h00, no Fado ao Centro, e outro às 19h00, no Centro Cultural àCapella.

Amigo Paredes amanhã na Sereia

Amanhã o Jardim da Sereia recebe, também a partir das 21h30, o projeto musical “Amigo Paredes”. Inspirado no livro “Amigo Paredes”, este é um espetáculo de tributo a Carlos Paredes, que junta 12 músicos em palco.

Ao longo do dia, destaque para as visitas guiadas ao Centro de Arte Contemporânea de Coimbra (14h30) e “Revisitar o passado de Santa Cruz”, que começa na Avenida Sá da Bandeira (15h00). Há ainda “Canções de Brincar”, num miniconcerto para os mais novos com Alex Lima, no Parque Verde (16h00); teatro “Antiprincesas” no Convento (16h00); e espetáculos de fado no Fado ao Centro e àCapella (18h00 e 19h00).

Tiago Bettencourt no Dia da Cidade

No domingo, Dia da Cidade, às 21h30, sobe ao palco do Convento São Francisco Tiago Bettencourt, num concerto que conta com a participação da Orquestra Clássica do Centro e Cordis, um espetáculo que se espera memorável.

Esta é apenas uma das muitas propostas do programa do Dia da Cidade, que abre, às 14h00, na Pista Municipal BMX, com o Campeonato de BMX Rase. Destaque ainda para as visitas “Heráldica de Coimbra” (às 15h00, frente ao Município), à exposição “Judeus de Coimbra” (16h30, no Pátio da Inquisição) e “Re-existir” (às 17h30, no Claustro do Antigo Colégio das Artes). Estarão abertos também, gratuitamente, todos os núcleos do Museu Municipal – Edifício Chiado, Torre de Almedina, Torre de Anto, Sala da Cidade, Centro de Arte Contemporânea e Edifício da Inquisição. No Parque Verde é apresentado o livro infantil “Se eu fosse uma árvore”, de Milu Loureiro (16h00); o Convento São Francisco acolhe a Oficina Frida Kahlo, de Élia Ramalho (16h00); o Conservatório de Música recebe Simantra Grupo de Percussão & Luís Figueiredo (17h00) e há, novamente, espetáculos de fado.

No Dia da Cidade vai realizar-se também a tradicional sessão solene, que decorre, a partir das 10h30, na antiga igreja do Convento São Francisco. Nesta cerimónia, a Câmara de Coimbra vai atribuir a Medalha da Cidade, Grau Ouro, ao jornal Diário de Coimbra, ao Instituto Português de Oncologia (IPO) de Coimbra e à Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM). Vai atribuir, ainda, a Medalha de Mérito Empresarial, Grau Ouro, às empresas Bluepharma e Feedzai.

Concertos e visitas durante a semana

A próxima semana fica marcada sobretudo pelas visitas guiadas e pelos concertos musicais. O Jardim da Sereia recebe na segunda feira o espetáculo “Solto”, de João Farinha e Convidados; na terça atua Tiago Silva; na quarta Linda Martini; na quinta a Banda do Filme Variações; e na sexta Tatanka, sempre a partir das 21h30.

População e visitantes podem participar nas visitas guiadas “Tradições Académicas de Coimbra e a Canção de Coimbra”, na segunda e terça, com início em frente à Sé Nova; “Coimbra, um outro olhar”, na quarta, em frente ao Museu Nacional Machado de Castro; “Rua da Sofia – das Origens à atualidade”, na quinta, em frente à Câmara; e “Tesouros da cidade de Coimbra”, na sexta, no Largo D. Dinis. Todas as visitas têm início às 15h00.

Na sexta feira regressam os espetáculos de fado ao final da tarde e há ainda Hora do Conto, na Biblioteca Infantil (18h00).

Resistência atua a 10 de julho

O concerto da banda Resistência, no dia 10, a partir das 21h30, no Convento São Francisco, vai fechar este cartaz de grandes concertos. O fado está também em destaque nos dias 10 e 11, com mais espetáculos no Fado ao Centro e àCapella. No dia 11, último dia das festas, destaque ainda para o concerto “Bebés embalados por nocturnos de Chopin”, às 10h00 e 11h30, no Convento São Francisco, e para o espetáculo do Quinteto com Piano, de música clássico-romântica, às 17h00, no Seminário Maior.

A autarquia realça que, apesar de gratuitos, o acesso aos concertos implica o levantamento prévio de bilhetes através da Ticketline. “Será cumprida a lotação possível imposta pela legislação em vigor para os recintos dos espetáculos, que serão devidamente delimitados, os lugares previamente identificados por cadeiras e respetivas marcações, será cumprido o devido distanciamento entre os espetadores, assim como todas as orientações da DGS”, assegura o Município.

Para que os concertos possam chegar ao maior número de pessoas e porque a lotação dos espaços é reduzida, a autarquia decidiu que todos os espetáculos que decorrem no Jardim da Sereia e no Convento São Francisco são transmitidos em direto através das redes sociais e do canal de Youtube da Câmara.

De referir também que, embora gratuitas, as visitas guiadas são sujeitas a reserva de bilhete, através do telefone 239 702 630, bem como os espetáculos de fado, nas respetivas casas de fado.

———–

Concertos musicais em todas as freguesias do concelho

As Festas da Cidade de Coimbra vão chegar, este ano, a todas as freguesias de Coimbra. Apesar de envolverem sempre todo o concelho, bem como a região, estas celebrações incluem, pela primeira vez, espetáculos musicais em cada uma das 18 freguesias e uniões de freguesias (UF), num projeto que a Câmara designa “Descentr’Arte”.

Com esta iniciativa pioneira, a autarquia pretende “descentralizar a programação musical, ao mesmo tempo que tem a missão de dar voz a alguns dos mais representativos projetos musicais do concelho”. Desde o fado ao jazz, passando pelo rock, entre outros estilos musicais, o “Descentr’Arte” conta com atuações ao ar livre em cada uma destas 18 freguesias.

Sempre com início às 19h00, os espetáculos são protagonizados por 10 grupos de Coimbra e têm lotação limitada a 50 pessoas, lugares sentados e cumprindo o plano de contingência imposto pela DGS.

O programa começa hoje com os espetáculos “Cantigas a todas as horas”, em Almalaguês; Jazz – João Fragoso Trio, em Brasfemes; Cordis, em Ceira; e Valentina Ene e Mafalda Carvalho, em Assafarge.

Segue amanhã para Cernache, com Sete Pés; S. João do Campo, com Fado ao Centro; S. Martinho de Árvore e Lamarosa, com Fado de Coimbra com António Dinis; e Ceira, com ARS Luxurians.

No domingo continua em Santo António dos Olivais, com a Brigada Vítor Jara; em Souselas e Botão com Fado ao Centro; e na UF de Coimbra, com “Cantigas a todas as horas”.

Este programa continua no dia 9 em S. Silvestre, com Fado de Coimbra com António Ataíde; Antuzede e Vil de Matos com “Cantigas a todas as horas”; Assafarge e Antanhol, com Jazz – Miguel Calhaz Quarteto; e Igreja de S. Martinho do Bispo, com Opuspiritum Ensemble.

Para dia 10 estão marcados espetáculos em Torres do Mondego, com Ghos Hunt; Eiras e S. Paulo de Frades, com Fado de Coimbra com António Dinis; Santa Clara e Castelo Viegas, com Cordis; e Igreja dos Olivais, com Capella Sanctae Crucis.

Este projeto termina no dia 11, com os concertos na UF de S. Martinho do Bispo e Ribeira de Frades, com Fado de Coimbra com António Ataíde; na UF de Taveiro, Ameal e Arzila, com Jazz – Filipe Furtado Trio; e na UF de Trouxemil e Torre de Vilela, com Fado ao Centro.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM