16 de Setembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Dueceira nasceu há 25 anos para promover território

29 de Novembro 2019

A Dueceira – Associação de Desenvolvimento do Ceira e Dueça está a comemorar 25 anos anos, um percurso já longo que tem apostado no “crescimento harmonioso do seu território”, que abrange quatro concelhos da região – Lousã, Miranda do Corvo, Penela e Vila Nova de Poiares.

Fundada a 4 de março de 1994, a Dueceira tem vindo a assinalar estas Bodas de Prata com várias iniciativas, encerrando as comemorações na próxima terça feira (3 de dezembro), com a realização de uma Assembleia de Associados e Parceiros. Este encontro começa às 17h00, no Museu Álvaro Viana de Lemos, na Lousã, e pretende ser “um ato singelo mas pleno de significado”, onde vão ser distinguidas personalidades que marcaram a sua história.

Atualmente a Dueceira integra no seu quadro associativo 54 entidades coletivas públicas e privadas dos mais diversos setores de atividade e atuação da sociedade civil e tem como pilares de intervenção principais o território; as pessoas e organizações; os recursos, atividades e produtos; e o empreendedorismo e iniciativa local.

Luís Antunes, presidente da Direção da Dueceira, destaca a “importância da associação nas suas diversas componentes de agente agregador de interesses e vontades, conciliando de forma eficaz diferentes perfis, seja de organismo gestor de fundos públicos, de agente de animação e capacitação, de mediador de processos, redes e parcerias e de dinamizador de projetos, permitindo um posicionamento numa escala inter e supramunicipal que potencia a intervenção e possibilita iniciativas com maior impacto e eficiência de recursos”.

Realça que “o cerne do trabalho da Dueceira se foca essencialmente nas expectativas e anseios das pessoas e no desenvolvimento harmonioso do território numa visão de conjunto”, tratando-se de “um organismo próximo das comunidades” que garante “um diálogo e espaços de convergência para coesão do território no seu todo”. O também presidente da Câmara da Lousã destaca, ainda, o “historial extremamente rico” desta associação que, ao longo dos anos, tem sabido “ultrapassar obstáculos e épocas de crise com determinação, mantendo a sua idoneidade e isenção e assumindo, deste modo, um preponderante papel local”. É esse o desígnio que mantém para o futuro, continuando a trabalhar “num compromisso permanente com as populações”.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM