3 de Março de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Covid-19: Diretores de escolas apelam à vacinação dos docentes

15 de Janeiro 2021

Os diretores de escolas saudaram a decisão do Governo de manter os estabelecimentos de ensino abertos, mas lamentaram que quem ali trabalha não faça parte dos grupos prioritários de vacinação contra a covid-19.

“Para nós não foi surpresa a decisão do Governo [de manter as escolas abertas]. Além disso, temos consciência de que o trabalho fantástico de professores, diretores e assistentes operacionais resultou na segurança das escolas”, afirmou Manuel Pereira. O presidente da Associação Nacional de Diretores Escolares (ANDE) lamentou apenas que os profissionais escolares não venham a fazer parte dos grupos prioritários da vacinação contra a covid-19, considerando que tanto os professores como os restantes funcionários são “grupos profissionais envelhecidos” e por isso “o Primeiro-ministro poderia ter considerado os professores e assistentes como prioritários”.

Integrar quem trabalha nas escolas nos grupos prioritários no acesso à vacina contra a covid-19 tem sido uma das medidas pedidas por diretores e sindicatos.

Questionado sobre esta hipótese, António Costa disse que “o critério de vacinação é definido por um grupo técnico e dirá o que terá a dizer sobre essa matéria”.

Sobre o anúncio de uma campanha de testes antigénio nas escolas para detetar casos de infeção de covid-19, Manuel Pereira considerou ser importante uma vez que permitirá fazer uma “radiografia das escolas”.

Para o representante dos diretores escolares, “se as normas de higiene sanitária continuarem a ser rigorosas, as escolas vão continuar a ser espaços seguros”.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM