16 de Setembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Câmara de Coimbra apoia bombeiros e instituições de solidariedade social

10 de Setembro 2021

A Câmara Municipal de Coimbra vai apoiar a constituição de mais duas Equipas de Intervenção Permanente (EIP), uma para a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários (AHBV) de Coimbra e outra para a AHBV de Brasfemes. Vai apoiar também três instituições de solidariedade social (IPSS’s) do concelho com cerca de 46 mil euros, respetivamente o Centro Sócio-Cultural Polivalente de São Martinho (10.462,12 euros), Casa dos Pobres de Coimbra (11.039,57 euros) e Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Coimbra (25.000 euros).

Estas propostas, aprovadas na reunião do Executivo de segunda feira, pretendem apoiar entidades da cidade que desenvolvem um importante trabalho nas áreas da segurança e social. No caso dos bombeiros, o apoio tem um valor global de 240 mil euros, dividido de igual forma por ambas as associações humanitárias, repartido por três anos e comparticipado em partes iguais pela Câmara e Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

Coimbra passará, assim, a ter quatro EIP, mais duas do que atualmente, uma em cada corporação. As EIP são constituídas por cinco elementos que estão em permanência nos quartéis de bombeiros para ocorrer a qualquer situação de urgência e emergência registada no concelho. A primeira EIP de Coimbra foi criada a 4 de maio de 2018 e a segunda a 4 de abril de 2019, nas AHBV de Brasfemes e de Coimbra, respetivamente.

Já os apoios às IPSS’s destinam-se a apoiar financeiramente projetos ou atividades sociais, obras de edificação ou aquisição de equipamentos. No caso do Centro Sócio-Cultural Polivalente de São Martinho vai auxiliar no desenvolvimento do projeto “Bolsa de Partilha”, que visa promover a qualidade de vida das pessoas idosas residentes na União das Freguesias (UF) de São Martinho do Bispo e Ribeira de Frades, através do estabelecimento de relações intergeracionais, fomentando as relações entre idosos e crianças, de forma a aproximar mais as gerações e promover o bem-estar dos idosos. Numa primeira fase, prevê-se que envolva cerca de 50 utentes.

O apoio à Casa dos Pobres destina-se à aquisição de equipamentos que permitam a otimização dos serviços da instituição, mais concretamente da cozinha e da sala de enfermagem, que irão permitir a otimização na operacionalização dos serviços, promover um ambiente seguro e uma alimentação saudável para os idosos, colaboradores e comunidade.

No caso da APPACDM a verba estipulada destina-se a apoiar a instituição com os seus custos, que nos últimos anos aumentaram devido à situação pandémica da covid-19, nomeadamente na rubrica dedicada à higiene e limpeza. O apoio financeiro permitirá à APPACDM de Coimbra aliviar as suas dificuldades financeiras, de forma a que a instituição continue a prestar apoio, com a segurança recomendada pelas autoridades de saúde e segurança social, aos cerca de 325 utentes que atualmente frequentam as respostas sociais e os serviços que dinamiza nos diversos equipamentos sociais sediados em Coimbra.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM