25 de Setembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Arte, livros, cozinha e outras atrações para descobrir em tempo de recolhimento

27 de Março 2020

Momentos excecionais, exigem medidas e comportamentos excecionais. A pandemia da Covid-19 está a condicionar o dia a dia dos portugueses, tal como sucede em todo o mundo. O apelo é para que se fique em casa e para que se sigam as recomendações da Direção-Geral da Saúde. Neste cenário de pandemia mundial, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, decretou estado de emergência nacional, suspendendo alguns direitos e permitindo ao Governo adotar medidas concretas para combater a pandemia que ameaça a vida do país.

Nestes tempos de “clausura” e contenção social, importa descobrir o prazer de estar em casa, no recanto do lar. E, apesar do contexto de ansiedade e preocupação, importa não entrar em pânico e manter a confiança de que também esta fase passará.

A pensar nas pessoas que estão em casa, algumas até bastante sozinhas, deixamos aqui algumas sugestões que as poderão ajudar a passar o tempo, sem estarem sempre com o olhar preso nos noticiários ou “agarrados” às redes sociais.

Terapia dos trabalhos manuais

Para quem gosta de trabalhos manuais, esta é uma boa altura para dar azo à criatividade. Na internet abundam sugestões de trabalhos e gráficos, muitas delas até com o “passo a passo” que os ensina a dar vida a maravilhosas criações. Ponto de cruz, crochet, tricot, costura, trabalhos em madeira e outros são apenas algumas das sugestões. Poderá fazer desta “quarentena” um período criativo, onde pode envolver também as crianças e jovens, incentivando-os a fazer trabalhos originais que podem oferecer depois a quem quiserem, antecipando assim os presentes para épocas festivas que se avizinhem.

Gastronomia, jogos e filmes em família

Se gosta mais de passar tempo frente à televisão ou computador, não faltam sugestões de filmes e séries. Pode aproveitar este período para ver aquele filme que foi adiando por falta de tempo e redescobrir outros que ajudarão a tornar os dias mais divertidos.

Se está em casa com filhos ou outros familiares, aproveite também para tirar aqueles jogos das caixas e divirta-se com as cartas, os jogos de tabuleiro e com os puzzles.

Outra sugestão é ir para cozinha e reinventar-se. As crianças vão adorar a experiência de “meter a mão na massa” e de fazer os seus próprios cozinhados e sobremesas. Para quem não tem grandes receitas, saiba que encontra imensas receitas na internet, sites de culinária tradicional, de cozinha saudável e outras sugestões.

Livros para todos os gostos

A leitura é, também, uma ótima proposta e, nesta área, abundam as sugestões, deste edições antigas, às versões online e àquelas novidades recentes que acabaram de chegar às livrarias.

E aí há sugestões para todos os gostos e idades que lhe vão permitir “viajar” sem sair do conforto do lar. Desde os livros infantis, aos romances, thrillers, policiais, mais didáticos ou de auto-ajuda.

Aqui ficam apenas algumas dessas novidades que podem ir ao encontro dos seus interesses.

“Ascensão e Queda”

Da autoria de Paul Strathern, esta obra chegou recentemente às livrarias portuguesas e conta a história do mundo, por meio de dez impérios – Império Acádio, o Império Romano, os Califados Omíada/Abássida, o Império Mongol, a Dinastia Yuan, o Império Asteca, o Império Otomano, o Império Britânico, o Império Russo e o Império Americano -, sete continentes e quatro milénios.

Percorre, assim, a história do mundo e examina o desejo de poder da humanidade, sob as suas formas mais infames ou mal compreendidas, traçando a evolução do impulso imperial, desde a agressão militar primária dos impérios antigos até à subtil mas eficaz influência cultural das atuais superpotências.

Revela também paralelismos históricos espantosos, mas com frequência não inter-relacionados: a existência de pirâmides não apenas no Egito mas também em Babilónia, no México e na China; ecos inconfundíveis do mito da criança abandonada que é encontrada num cesto, que surge no Antigo Testamento, nos mitos fundadores acádios e no hinduísmo. Acima de tudo, demonstra-nos que em todo o mundo a ambição de grandeza imperial – dos imperadores romanos a Hitler – se baseia em sonhos de utopia e imortalidade, mas também que todos os impérios contêm a semente da autodestruição desde o primeiro instante.

No final do livro, Paul Strathern, professor de filosofia e matemática e autor de vários livros sobre ciência, história, filosofia e literatura, partilha algumas perspetivas de futuro.

“Cérebro e Género”

Tem curiosidade em perceber o funcionamento do cérebro? “Cérebro e Género”, da autoria da neurocientista Daphna Joel e da redatora especializada em ciência Luba Vikhanski, pode ajudá-lo a descobrir. Este livro explica que cada cérebro e cada ser humano são um mosaico único de características «masculinas» e «femininas». Com importantes consequências práticas para a maneira como entendemos o mundo que nos rodeia, esta obra revela os meandros da ciência do género – como funciona, a sua história e o seu futuro – e constitui uma investigação, que há muito se impunha, sobre os fundamentos errados de algumas crenças basilares. “Ao longo de gerações, disseram-nos que as mulheres são profundamente diferentes dos homens. As mulheres são mais sensíveis e cooperantes, enquanto os homens são mais agressivos e sexuais – e tudo se deve aos respetivos cérebros. Esta história parece fornecer-nos uma explicação biológica clara para muito do que encontramos na vida quotidiana. Mas será realmente assim?” – é esta a questão que se coloca na sinopse da obra.

“A Duquesa”

Para quem gosta de um bom romance, Danielle Steel apresenta “A Duquesa”. Com mais de 50 títulos publicados e milhões de livros vendidos em todo o mundo, a escritora americana é famosa pelas suas histórias de vida, temas que a todos poderiam tocar e que conquistam os leitores da primeira à última página.

Em “A Duquesa” apresenta um registo um pouco diferente do habitual, ao apostar num romance de época que dá a conhecer um período turbulento, marcado pela luta das mulheres numa sociedade ainda dominada pelos homens. Apresenta Angélique, uma mulher de “espírito inquebrável” a filha mais nova do duque de Westerfield, Philipe. Sempre tratada como uma princesa, é filha do segundo casamento do duque e nunca foi bem aceite pelos irmãos, que sempre viram a segunda esposa do pai como uma “prostituta”. Com a morte desta no parto, o ódio dos irmãos recaiu em Angélique, um “fardo” que tiveram que suportar e que mereceu todo o amor e cuidados do pai viúvo, enquanto este viveu.

Com a morte do pai e com a expulsão de casa, descobriu um novo mundo, feito de lutas e batalhas, num mundo onde as mulheres não têm grandes escolhas. De dama passa a ama neste romance intenso que mostra como a vida é feito de desafios, dificuldades mas, também, de conquistas.

“Um Verão de Segredos”

“Um Verão de Segredos” é outra das sugestões. Nikola Scott conta a história de duas mulheres de diferentes gerações cujos destinos se cruzam e lhes revelam um terrível ponto em comum: na vida de ambas nem sempre os homens são o que parecem à primeira vista.

Também este livro, conduz o leitor numa viagem pelo passado, desvendando segredos em vésperas da Segunda Guerra Mundial. Remonta a agosto de 1939 quando, na tranquila Summerhill, Maddy aguarda a chegada da sua adorada irmã Georgiana. Georgiana traz um novo amigo – o atraente Victor – mas Maddy receia que ele não seja nada do que aparenta, o que na verdade se confirmará… É este passado que vai surpreender o presente de Chloe, que acaba de descobrir que está grávida. Mas apesar da devoção do marido, Chloe teme pelo seu futuro. Quando o acaso a leva a Summerhill, ela é atraída pelo mistério do que aconteceu décadas atrás. E o passado regressa de um modo que poderá mudar tudo.

“Esperarei por ti toda a vida”

Megan Maxwell regressa com mais um romance intenso, “Esperarei por ti toda a vida”, onde de forma magistral mistura o presente com o passado, conduzindo o leitor numa viagem muito improvável. Divertido, romântico e surpreendente, este é também um livro sobre o poder da amizade e que mostra que, na vida, é preciso fazer muitas escolhas.

“Esperarei por ti toda a vida” conta a história de três amigas espanholas a viver em Londres que viajam até Edimburgo para descansar do stress das suas vidas agitadas e ajudar uma delas, Montse, a esquecer um desgosto amoroso. Mas, as terras mágicas da Escócia têm reservadas para elas uma aventura absolutamente surpreendente…. De repente, as três amigas viajam do século XXI para a Escócia do século XVI e o que aí encontram vai superar todas as suas expetativas. Terá esta viagem retorno?…

“O Gato que Roubava Corações”

Melinda Metz apresenta “O Gato que Roubava Corações”, um livro inspirado na história real de um gato de Portland, Oregon, que arrebatou o coração da América. Esta obra, ideal para os amantes de gatos e de literatura romântica, chega às livrarias nacionais a 31 de março.

Conta a história de Jamie, solteira há quatro anos e que não tinha intenção de se voltar a apaixonar… Mas, o seu gato MacGyver tem outros planos em mente. Como poderia um gato com esse nome ficar sossegado? Mac toma as rédeas da vida amorosa da sua dona, com um único objetivo: encontrar-lhe um namorado. Nem que para isso tenha de roubar o vizinho….

Melinda Metz apresenta, neste livro, uma leitura divertida e cativante.

“Fernão não, Fernão sim”

A pensar nos mais novos, apresenta-se a aventura de Fernão de Magalhães e a sua volta ao mundo. O livro “Fernão não, Fernão sim” surge numa altura em que se comemoram os 500 anos do início da viagem de circum-navegação de Fernão de Magalhães. Os autores, Alexandre Honrado e Miguel Feio, brindando assim os leitores com uma animada história sobre Pedro Pulo, um menino que tinha o sonho de viajar e correr mundo, tal como fez o navegador português.

O livro inclui uma secção final com um resumo sobre os legados da Expansão que esta aventura marítima originou em Portugal e no mundo. Um projeto que conta com o apoio da Comissão Nacional da UNESCO, da Organização de Estados Ibero-Americanos (OIE) e Externato Frei Luís de Sousa, membro das Escolas Associadas da UNESCO e da Rede de Escolas Magalhânicas. Conta com ilustrações de Patrícia Furtado.

“Ursito Tito”

Com o “Ursito Tito” a animação e a diversão estão também garantidas. Os mais pequenos vão adorar esta coleção de quatro livros, da autoria de Benji Davies, que prometem muitas aventuras. Em “Um Dia na Quinta”, o ursito vai ajudar a cuidar dos animais. As ovelhas, os patos e as galinhas estão entre os animais que as crianças vão poder descobrir em conjunto com este novo amigo.

Na “Aventura Pirata”, o ursito vai navegar até a uma ilha deserta em busca de um tesouro.

Em “Ajudar no Zoo”, o ursito vai conhecer e tratar de diferentes espécies de animais. Aqui, os mais novos podem vê-lo a lavar os dentes do crocodilo ou a alimentar os pinguins.

A diversão só fica completa quando vai “Brincar ao Parque” com os amigos para jogar à bola, andar de escorrega ou de balancé.

Esta coleção conta com ilustrações apelativas e cheias de cor, estimulando as crianças a procurar, contar, questionar e imitar, assumindo-se, portanto, como uma uma boa sugestão para vivenciar em família.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM