21 de Outubro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Arganil mantém medidas de apoio às famílias e empresas

16 de Outubro 2020

Reduzir a carga fiscal sobre as famílias e empresas do concelho de Arganil continua a ser uma das preocupações centrais da Câmara Municipal, refletindo-se em três medidas que pretende adotar em 2021 – taxa mínima de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), devolução total do IRS aos munícipes e derrama sobre o lucro das empresas fixada nos zero por cento. No que diz respeito ao IMI, o Município vai manter as taxas mais baixas do país, designadamente 0,3 por cento para os prédios urbanos e 0,8 por cento para os prédios rústicos. A Câmara decidiu, ainda, adotar o chamado IMI familiar, que prevê a redução deste imposto mediante o número de dependentes. Assim, famílias com um filho beneficiam de uma dedução de 20 euros, com dois dependentes a redução passa a ser de 40 euros e com três ou mais filhos a redução ascende aos 70 euros.

Outro dos benefícios fiscais proporcionados pela autarquia prende-se com a devolução integral dos cinco por cento do IRS às famílias do concelho. Esta medida, implementada desde o início do mandato, fez de Arganil um dos 26 municípios a nível nacional e o único do Distrito de Coimbra a prescindir da totalidade deste imposto neste ano de 2020.

A autarquia continua a isentar também os empresários do pagamento do imposto que incide sobre o lucro tributável, apoiando assim o tecido económico do concelho e contribuindo para a estabilidade e saúde financeira das empresas.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM