24 de Setembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

“Almas Santas” preservam memória e tradição de Vila Nova de Poiares

21 de Abril 2020

O Município de Vila Nova de Poiares associou-se ao projeto “A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria” (MPADGP), que visa a recolha da tradição musical feita por todos os recantos do nosso país.

Com direção artística de Tiago Pereira, este projeto apresenta-se como um modelo social, baseado na escuta e na partilha, acreditando que a memória coletiva pode ter um importante papel na coesão social. De acordo com a autarquia de Poiares, era para ter começado no concelho em março mas, devido à situação de pandemia que se vive no país e no mundo, acabou por ser adiado. Mas, neste momento de isolamento social, a MPAGDP lançou o desafio para que em todo o país os artistas produzissem um vídeo a tocar uma canção. Foi assim que surgiu “Almas Santas de Vila Nova de Poiares”, canção gravada pelo técnico do Município Gabriel Matos em plena Ribeira da Fraga, e que resulta da investigação e recolha do património cultural e imaterial do concelho.

Esta associação entre a Câmara e a MPAGDP surge na sequência do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela autarquia, sobretudo a partir de 2014, com o intuito da recolha e salvaguarda desse património identitário das gentes de Vila Nova de Poiares. “É fundamental preservar os nossos hábitos, rituais e tradições, no fundo tudo aquilo que nos caracteriza e nos distingue como um povo, para que o possamos transmitir às novas gerações”, sublinha o presidente da Câmara, João Miguel Henriques.

Exemplo desse mesmo trabalho é o grupo “Talentos na Maturidade”, que reúne semanalmente mais de três dezenas de seniores e que participa, através da música, nos mais diversos eventos culturais que se realizam no concelho. Assim, ao mesmo tempo que promove o envelhecimento saudável e ativo, permite também o registo desse património imaterial.

“Em tempos de confinamento, em que a reunião não é possível, o Município tem continuado a promover o contacto com a comunidade sénior, recorrendo ao telefone, para preservar a memória coletiva do concelho e em particular combater o isolamento social desta faixa etária da população”, assegura a autarquia, dando conta que o vídeo pode ser visto nas diferentes plataformas online da Câmara Municipal, sendo ele próprio “um tributo e homenagem às tradições e às gentes de Vila Nova de Poiares”.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM