18 de Abril de 2024 | Coimbra
PUBLICIDADE

Paulo Ilharco

Varanda

2 de Dezembro 2022

Eu sei que tu me esperas na varanda

Da casa em que crescemos juntos. Sim,

Eu olhava p’ra ti e tu p’ra mim,

Subtilmente, por entre a aragem branda.

 

Era como se os dois uma ciranda

Dançássemos sem nunca ouvir o fim

E como se o Sol fosse de cetim

A brilhar lá no Céu que nos comanda.

 

Eu sei que tu me esperas hoje ainda

Com abraços e beijos… – Alma linda,

Essa que ostentas, mesmo sem alarde!

 

Mas eu não te mereço. Vê, Amor,

Que a varanda é só tua. Por favor,

Não esperes mais por mim, que chego tarde!


  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM