22 de Agosto de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

UC quer garantir acesso livre e gratuito ao conhecimento científico

19 de Julho 2019

Garantir o acesso gratuito e aberto ao conhecimento científico é o grande objetivo do projeto TRIPLE, liderado pela Universidade de Coimbra (UC), em parceria com mais 17 instituições de 12 países europeus.

Apresentado na segunda feira, na Biblioteca Joanina, este projeto europeu conta com um financiamento de 5,6 milhões de euros, no âmbito do programa comunitário Horizonte 2020, valor que se destina à criação de uma plataforma digital multilinguística para a partilha de resultados de publicações científicas, com um foco na área das humanidades e das ciências sociais.

Durante a apresentação do projeto, o reitor da UC, Amílcar Falcão, sublinhou que o desenvolvimento deste projeto posiciona definitivamente a UC na “vanguarda da luta pela libertação do conhecimento científico e pelo acesso gratuito da sociedade aos resultados académicos das nossas universidades”. No seu entender, este projeto vai permitir disponibilizar “mais conhecimento no espaço europeu”, enaltecendo o facto de “o nosso país liderar um processo sem precedentes de abertura da ciência aos cidadãos, às empresas e aos investigadores, permitindo a aceleração da inovação europeia”.

“Ter uma ciência livre e de acesso gratuito a todos é o nosso desígnio”, disse o reitor, considerando que, “para a UC, a construção de uma sociedade digital pode ser uma excelente oportunidade para eliminar barreiras injustas”.

Delfim Leão, vice-reitor para a Cultura e Ciência Aberta, considerou que este é “um grande momento para a UC”, enaltecendo a importância das parcerias e realçando o facto de este projeto ser “o produto do trabalho de cooperação em rede”, sendo o seu desafio “abranger o máximo de instituições possível” e afirmar-se como “uma plataforma global”.

Presente na sessão, o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, sublinhou a importância de ter “ciência aberta”, o que exige a “participação de todos”. “Hoje temos um conjunto de desafios, a nível europeu e mundial, que ultrapassa em muito o que se passa numa universidade ou num país”, disse.

O TRIPLE é um projeto internacional, promovido no âmbito do consórcio OPERAS. Co-liderado pela UC, terá início em outubro de 2019 e durará três anos e meio. Através de uma plataforma “absolutamente pioneira e inédita a nível europeu”, os cidadãos e as empresas vão poder contactar diretamente com os investigadores e respetivas descobertas. Alicerçada no conceito de ciência aberta, a plataforma vai assegurar a disponibilização de dados e publicações em acesso aberto, permitindo a partilha do conhecimento entre a comunidade científica, a sociedade e as empresas. Representará, também, uma nova forma de “conduzir e conectar a investigação científica a nível continental”, promovendo a “diversidade cultural europeia”.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM