24 de Setembro de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Soure constitui Bolsa de Voluntariado para possíveis situações de emergência

31 de Março 2020

O Município de Soure está a constituir uma Bolsa de Voluntariado para apoio a Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e lares afetados pela pandemia da COVID-19, caso venha a ser necessário.

Com esta medida, a autarquia pretende “ter recursos humanos disponíveis face a eventuais constrangimentos que venham a verificar-se nas instituições de apoio a idosos do concelho, dotando as mesmas de meios, para que possam continuar a laborar no terreno e a prestar os seus serviços a esta população que é mais vulnerável”.

De acordo com a Câmara, presidida por Mário Jorge Nunes, as necessidades mais prementes de voluntariado são para os Serviços de Apoio Domiciliário e lar, designadamente prestação de cuidados de higiene pessoal, administração de alimentação, limpeza de instalações, apoio a acamados e serviços de enfermagem.

Os interessados em contribuir nestes serviços devem manifestar disponibilidade através do contacto 926 427 100 ou via email para educacao@cm-soure.pt, indicando nome, contactos, disponibilidade horária e área geográfica onde desempenhar funções. O exercício de funções de voluntariado neste âmbito tem inerente a cobertura por seguro e a disponibilização da formação essencial.

A autarquia sublinha, ainda, que está “em permanente articulação com as várias instituições do concelho, estando a atenta às suas necessidades, e, em caso de necessidade, ativará a referida Bolsa de Voluntariado”.

Além desta medida, o Município implementou um Polo dos Serviços de Ação Social e Saúde descentralizado, onde se encontra em permanência uma equipa de apoio, entre as 08h00 e as 18h00, visando prestar auxílio à população idosa, através da entrega de bens essenciais, como é o caso de produtos alimentares, de higiene e medicação, reduzindo assim a possibilidade de contágio.

Tem também disponível o serviço de apoio psicológico não presencial, que tem como objetivo ajudar os munícipes a lidarem com a gestão psicológica e emocional consequente do estado de emergência que se vive no país e no mundo. Desta forma, pretende ajudar a diminuir a ansiedade e o sentimento de solidão resultante do período de isolamento, com especial enfoque nas crianças e nos idosos.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM