23 de Agosto de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

Soure aprovou relatório de contas

10 de Maio 2019

O Município de Soure aprovou, por unanimidade, na reunião da Assembleia Municipal (AM), o Relatório de Gestão e Prestação de Contas de 2018, documento que, como realça a autarquia, “traduz a maior receita municipal arrecadada dos últimos anos, que se cifra em 16.363.981,59 euros”.

O Município, presidido por Mário Jorge Nunes, explica, em nota divulgada, que “este valor de receita foi atingido sem que tal tivesse representado um esforço adicional aos munícipes”. Pelo contrário, afirma, esclarecendo que “o volume de impostos diretos arrecadados foi inferior, em 5,25 por cento, e a rubrica referente a Taxas, Multas e Outras Penalidades desceu 29,55 por cento relativamente ao ano de 2017”.

A autarquia dá ainda conta que a despesa realizada em 2018 situou-se nos 15.588.463,82 euros, valor que é também “o maior dos últimos anos” e que “traduz o forte investimento do Município de Soure neste ano de 2018”, tendo o investimento ascendido a “cerca de 6,2 milhões de euros”, com recurso a fundos comunitários mas também a meios da própria Câmara.

“Apesar do forte investimento em 2018, o Município ainda consegue fazer transitar para 2019 um excedente orçamental no valor de 775.518 euros, que reforçará a capacidade de investimento municipal para o ano de 2019”, adianta a autarquia, destacando também o “grau de execução assinalável” registado em 2018 (95,08 por cento).

Nas Grandes Opções do Plano, o Município destaca que as áreas com maior valor executado foram o saneamento e salubridade, a habitação, urbanismo e urbanização e a água e termalismo. Com maior crescimento relativo, estão as áreas da promoção turística, o saneamento e salubridade e a proteção civil.

A autarquia destaca ainda a preocupação com os pagamentos, registando-se em 2018 o “valor mais baixo desde que há referência a este indicador”, com o prazo médio de pagamento a situar-se apenas em nove dias.

Nesta AM, realizada a 29 de abril, foram aprovados, também por unanimidade, dois empréstimos bancários de médio/longo prazo para financiamento de investimentos que o Município considera de grande prioridade, um para a aquisição de terrenos para desenvolvimento das Áreas de Localização Empresarial de Venda Nova/Tapéus, Alfarelos/Granja do Ulmeiro e Soure Sul e um segundo para financiar as obras de conservação e reparação da Piscina Municipal Coberta de Vila Nova de Anços.

Foi também aprovado o novo Regulamento do Serviço de Abastecimento de Água e do Serviço de Saneamento de Águas Residuais, que enquadra a agregação destes serviços em Empresa Intermunicipal, que prestará os serviços em Soure, Mira e Montemor-o-Velho.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM