12 de Dezembro de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

Sempre com Coimbra

27 de Setembro 2018

Há uns dias comentei, com uma amiga, que tinha que escrever um texto para um jornal de Coimbra que fazia 100 anos. Além de um abrir de olhos com o mais puro espanto, a pergunta que se seguiu foi: “100 anos? Um jornal de província? Como é que isso é possível?”.

É.

E é incrível, sim, como é que um jornal resiste, neste tempo, e completa 100 anos. É incrível como são tantos e tantos os jornais que começam e fecham, e reabrem e fecham, e acabam, e “O Despertar” chega aos 100 anos. É incrível, sim, mas se calhar é óbvio.

É que “O Despertar” é um jornal feito de e com carinho, é um jornal de emoções, é um jornal de famílias e de gerações. E não estejam já a desenhar sorrisos condescendentes porque há uma coisa que “O Despertar” não é: “O Despertar” não é um jornal feito com carolice.

Nas suas páginas escreveram, e escrevem, muitos dos que mais amam Coimbra. Sempre com profissionalismo. Sempre com brio. Sempre com a responsabilidade de quem tem a enorme responsabilidade de manter viva uma tradição secular. E não é fácil, garanto-vos.

Quando o Lino Vinhal comprou “O Despertar”, muitos acharam que tinha sido um erro, ou que o jornal não iria durar muito tempo. Eu sei porque é que ele o comprou. E, por isso, sei que ao dobrar o centenário, “O Despertar” está aqui para ficar.

Sempre com emoção. Sempre com Coimbra.

PAULA ALEXANDRA ALMEIDA


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM