17 de Abril de 2024 | Coimbra
PUBLICIDADE

RUI PATO SENTIU O QUANTO COIMBRA LHE QUER BEM

7 de Outubro 2022

Inserido na programação do festival Correntes de Um Rio Só, decorreu na noite da última terça-feira no Convento de S. Francisco, em Coimbra, um espectáculo fabuloso de homenagem a Rui Pato, médico conimbricense que se distinguiu ao longo dos anos, e se tem vindo a  afirmar cada vez mais, como uma das figuras centrais da canção de Coimbra, acompanhando com a sua viola figuras gradas que marcaram uma época de oiro do fado de Coimbra:  Zeca Afonso, Adriano Correia de Oliveira, Gós, António Portugal, Punho Brojo e outros mais.

Cerca de um milhar de pessoas deu ao grande auditório do Convento de S. Francisco um ambiente de grande acontecimento musical e em redor de Rui Pato foi-se formando, em crescendo, um ambiente de grande simpatia, admiração, afecto e gratidão, levando-o a reconhecer no final ter-se tratado de uma noite que jamais esquecerá. Com direcção musical de Manuel Rocha,  orquestrações de Artur Fernandes, concepção e encenações de João Curto, aqueles 100 minutos de espectáculo foram qualquer coisa de sublime que a todos recompensou com uma noite preenchida com algo do melhor que aquele espaço tem recebido em termos artísticos.


  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM