13 de Maio de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Rota do Calcário percorre património de Ançã e Portunhos

29 de Março 2019

A Rota do Calcário convida a descobrir o património e os recursos naturais da Freguesia de Ançã e da União de Freguesias de Portunhos e Outil, no concelho de Cantanhede. A inauguração desta rota está marcada para domingo, com um programa que se estende por toda a manhã e que inclui percursos pedestres, caminhadas ao ar livre, momento de degustação e convívio.

Promovido em parceria pelo Município de Cantanhede e por aquelas duas freguesias, este roteiro tem um trajeto de 9,7 quilómetros, concebido para fomentar a descoberta do património, dos recursos naturais e da biodiversidade destas localidades. O programa inaugural começa, às 9h15, no Terreiro do Paço, em Ançã, com a realização de uma caminhada de participação livre, na qual vão estar igualmente envolvidos os inscritos no percurso pedestre organizado pela Associação do Grupo de Bombos “Só Pedra”, de Portunhos. Continua, às 10h30, no mesmo local, com um convívio com degustação de bolo de Ançã e espumante, num ambiente onde não faltará também animação apropriada para assinalar a abertura oficial deste itinerário.

Este projeto foi desenvolvido pelo Município de Cantanhede no âmbito de uma ação de estruturação de produto turístico promovida pela Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra, tendo em vista a “Valorização dos Corredores de Património Natural da Região de Coimbra”, tendo como referência, neste caso, o contributo que a exploração da pedra calcária teve na economia local e na moldura da paisagem rural destas freguesias. O projeto visa, como explica a autarquia, a “implementação de infraestruturas permanentes de apoio à valorização e visitação de áreas classificadas”, como caminhos e percursos pedonais que permitam a “constituição de uma rede de corredores de visitação e a valorização do património natural”. Desta forma, pretende contribuir para a afirmação da região como “destino turístico de excelência”.

A criação da Rota do Calcário teve origem num trabalho realizado pelo professor João Lucas, no âmbito de um estágio no Museu da Pedra, trabalho esse que foi aproveitado na conceção do projeto entretanto homologado como um dos percursos pedestres de real importância para a promoção do concelho e da região.

O Município de Cantanhede iniciou o processo de homologação da Rota em fevereiro de 2018, tendo sido realizadas desde então várias ações, como elaboração de conteúdos informativos sobre os pontos de interesse de fauna e flora e os recursos turísticos das freguesias por onde se estende. Foi feito também o registo fotográfico dos pontos de interesse, para divulgação nos respetivos painéis informativos e interpretativos existentes ao longo do itinerário, e elaborados folhetos e outros materiais de divulgação. Paralelamente, foram efetuados os trabalhos de marcação de sinalética, a que se seguiu a colocação de balizas, setas e painéis de delimitação do trajeto no território abrangido. Este projeto foi homologado oficialmente pela Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal em janeiro, que lhe atribuiu a matrícula PR 3 CNT – Rota do Calcário.

Refira-se que, para além desta Rota, o Município de Cantanhede tem também em curso a Rota da Vinha, que já obteve homologação e que irá passar pelas freguesias de Cordinhã e Ourentã, estando ainda em estudo a criação de outras.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM