17 de Outubro de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

Rota Carmelita une seis municípios do Centro

21 de Junho 2019

A Rota Carmelita, que vai ligar Coimbra a Fátima, foi lançada ontem, junto ao Memorial da Irmã Lúcia – Carmelo de Santa Teresa, em Coimbra. Este percurso, com cerca de 111 quilómetros, vai unir seis municípios da região Centro, começando no Memorial Irmã Lúcia, em Coimbra, e atravessando os concelhos de Condeixa-a-Nova, Penela, Ansião, Alvaiázere e Ourém, terminando no Santuário de Fátima.

Dinamizado pela Agência para o Desenvolvimento dos Castelos e Muralhas do Mondego (ADCMM) e pelos seis municípios envolvidos, este projeto insere-e no programa de valorização dos Caminhos de Fátima, promovido pela Associação Caminhos de Fátima (ACF), que foi candidatado a fundos europeus. Trata-se de um percurso unidirecional (de norte para sul), que aposta, sobretudo, num trajeto maioritariamente florestal e alternativo aos principais eixos rodoviários.

De inspiração Carmelita, esta rota promove o interesse religioso, patrimonial e natural do território percorrido, valorizando “a fauna e flora, as
serranias e os cursos de água atravessados e as capelas que adornam o
caminho”, promovendo também “o contacto com as gentes, os espaços históricos ou as iguarias de abrir o apetite”. Para os crentes, assume-se como “um convite a peregrinar espiritualmente na companhia da Irmã Lúcia”. Para a comunidade em geral, surge como “um convite a fazer uma caminhada interior em comunhão com os elementos que nos rodeiam”.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM