23 de Setembro de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

Remo juntou cerca de 1.000 atletas em Montemor-o-Velho

12 de Julho 2019

Cerca de 1.000 atletas, em representação de 21 clubes nacionais, participaram no Campeonato Nacional de Velocidade de Remo, que decorreu no passado fim de semana, no Centro Náutico de Montemor-o-Velho.

Esta prova, uma das mais aguardadas do calendário da modalidade de remo, contou com a realização de 123 regatas repartidas pelos escalões de benjamins, infantis, iniciados, juvenis, juniores e seniores. Luís Ahrens Teixeira, presidente da Federação Portuguesa de Remo (FPR), congratulou-se com o sucesso deste evento, destacando também o seu caráter ambiental, uma vez que “não deixou lixo” no recinto.

Luís Ahrens Teixeira felicitou a Câmara de Montemor-o-Velho pelas condições “cada vez melhores” e pela evolução que se tem registado nos últimos quatro anos, tanto a “nível dos detalhes” como ao “nível da colaboração dos trabalhadores”. Destacou ainda “a presença de muitos atletas jovens e o aumento do número de remadoras, vindo ao encontro da aposta que a FPR tem vindo a fazer no âmbito do remo feminino”.

A adjunta do presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Delmina Leitão, sublinhou, por sua vez, o orgulho que Montemor tem por receber esta prova e manifestou o desejo de “continuar a fazer parte desta grande manifestação desportiva nacional”.

Os atletas da Casa do Benfica de Montemor-o-Velho voltaram a dar o seu melhor e, após a presença nas eliminatórias e a passagem às diversas finais, destaca-se o título de vice-campeão nacional, em 1x iniciados masculinos 1000 metros, alcançado por Diogo Vicente Gonçalves.

O Campeonato Nacional de Velocidade terminou com a prova de Shell 8 (8+). O Clube Fluvial Portuense voltou a repetir o feito do ano anterior e levou para casa a Taça Lisboa.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM