18 de Abril de 2024 | Coimbra
PUBLICIDADE

Região de Coimbra lança Academia Gastronómica para reforçar distinção europeia

16 de Dezembro 2022

A Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra vai promover no próximo ano um conjunto de iniciativas para reforçar o estatuto de Região Europeia de Gastronomia com que foi distinguida no biénio de 2021-2022. Para enfrentar novos desafios, apostando num “crescimento inteligente, sustentável e inclusivo”, a Região de Coimbra apresentou, na passada sexta-feira (9), em Condeixa-a-Nova, a Academia Gastronómica, um programa de formação e capacitação que tem as primeiras realizações em fevereiro e março.

“A Academia vai correr bem”, disse em conferência de imprensa o vice-presidente da CIM, Raul Almeida, presidente da Câmara de Mira, realçando a necessidade de inovar nesta área, desígnio que “foi sempre o ponto central de partida da candidatura a Região Europeia de Gastronomia, que se sagrou vencedora ao valorizar aquilo que a diferencia”.

Para o secretário executivo da CIM, Jorge Brito, esse reconhecimento representou “a fixação de uma âncora nacional onde estas temáticas têm de ser defendidas”. “Pretende-se contribuir para que a montante haja mais atratividade. Temos de criar valor, atraindo gente ao processo”, afirmou, realçando que “o país tem de se saber vender no setor do turismo e da gastronomia”.

A Academia Gastronómica assumirá, assim, “uma abordagem aglutinadora em todos os ‘players’, posicionando aquilo que são os ativos da região”.

Por duas vezes, de 16 a 17 e de 23 a 24 de fevereiro, a Academia organiza ações de formação “intensiva e especializada” (‘bootcamps’), em Condeixa-a-Nova, para profissionais, estudantes e empreendedores, abrangendo a gastronomia e os negócios.

Promover a internacionalização e a aceleração de projetos, bem como a interação e a partilha entre os participantes são alguns dos objetivos.

No dia 9 de março, será realizado o Fórum Coimbra Food Region, destinado a apresentar ideias e conclusões dos trabalhos, para um público especializado que inclui parceiros e empreendedores diversos. Nesta etapa do trabalho, segundo a CIM, estão presentes os ideais de “sustentabilidade, circularidade, união de esforços para enfrentar novos desafios, crescimento inteligente, sustentável e inclusivo, criação de emprego e aumento de produtividade”.

A Região de Coimbra, que agrupa 19 Municípios, quer “pensar a gastronomia (…) a curto e médio prazo, no espaço Condeixa Food Lab, que nasceu de uma parceria” entre a Câmara de Condeixa-a-Nova, a Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra (EHTC) e a CIM.


  • Diretora: Lina Maria Vinhal

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM