19 de Julho de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

Proteção Civil sensibiliza para a proteção nos incêndios rurais

12 de Julho 2019

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) está a promover, até 2 de agosto, uma campanha nacional de sensibilização para medidas de auto-proteção em caso de incêndios rurais.

Designada “Portugal Chama”, esta campanha procura mostrar à população que a proteção é uma responsabilidade de todos, sensibilizar para a necessidade de implementação de estratégias de proteção dos aglomerados populacionais e informar sobre os comportamentos a adotar em caso de ocorrência de incêndios rurais.

Esta campanha está a ser divulgada a nível nacional e aposta em diferentes mensagens, todas com o objetivo comum de prevenir e mitigar os efeitos dos incêndios rurais.

As medidas propostas são as que estão previstas nos programas “Aldeia Segura” e “Pessoas Seguras”, promovidos pela Proteção Civil, no âmbito de um protocolo assinado com a Associação Nacional de Municípios Portugueses e a Associação Nacional de Freguesias.

Os programas “Aldeia Segura” e “Pessoas Seguras” estão já implementados em 1.909 aldeias, tendo sido designados 1.507 Oficiais de Segurança Local e identificados 1.466 locais de abrigo/refúgio. O Oficial de Segurança Local tem como missão transmitir avisos à população, organizar a evacuação do aglomerado em caso de necessidade e fazer ações de sensibilização junto da população.

Com esta conjugação de esforços entre o poder central e o poder local, as entidades envolvidas pretendem incentivar a participação das populações e reforçar a consciência coletiva de que a proteção e a segurança são responsabilidades de todos. Visam, também, promover maior segurança, contribuir para a salvaguarda de pessoas e bens, implementar estratégias de proteção de aglomerados populacionais face aos incêndios rurais e criar dinâmicas e hábitos com base no conceito de auto-proteção. Procuram, ainda, familiarizar as populações sobre as condutas a adotar em caso de necessidade de evacuação ou confinamento, treinando-as para esse efeito; e sensibilizar para a adoção de práticas e comportamentos que minimizem o risco de incêndio rural e aumentem a segurança das comunidades.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM