6 de Maio de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Projeto “Louzanpark” privilegia atividades desportivas na natureza

2 de Novembro 2018

O projeto “Louzanpark – Centro de Desporto e Lazer na Serra da Lousã” é um dos finalistas do concurso “Municípios do Ano 2018”, promovido pela Universidade do Minho, através da Plataforma UM-Cidades.

Eleito na categoria “Centro, menos de 20.000 habitantes”, este projeto, apresentado pelo Município, em parceria com o Montanha Clube, nasceu da necessidade de potencializar uma das principais vertentes desportivas e de lazer que a Lousã apresenta, nomeadamente as atividades de natureza.

De acordo com a autarquia, consiste numa estrutura composta por diversos caminhos pedestres, percursos de BTT (nas suas diversas modalidades – Downhill, Cross Country e Enduro), trilhos de trail, percursos de todo o terreno turístico, infraestruturas para a prática de parapente, entre outras destinadas para diversas atividades de natureza, bem como de recursos humanos especializados.

Associado a todas estas estruturas naturais, o LouzanPark conta com um equipamento de apoio a todas as atividades desenvolvidas na Serra da Lousã, como balneários, auditório, café, sala de reuniões, oficina para bicicletas e posto de informação.

A Câmara da Lousã recorda que, desde a sua implementação, este projeto tem acolhido um variado conjunto de eventos desportivos nacionais e internacionais, onde se destaca o Campeonato da Europa de Downhill, Campeonatos Nacionais de Enduro, Campeonato Nacional de Trail, provas de parapente, entre outros.

Além de eventos desportivos nacionais e internacionais, o LouzanPark acolhe, anualmente, milhares de utilizadores que usam as suas estruturas e serviços para a realização de atividades de lazer, como passeios de BTT, passeios pedestres, treinos de trail, passeios de parapente, passeios de todo o terreno, geocaching, entre outras atividades.

Após ter sido um dos municípios vencedores – na categoria Região Centro – em 2015, com o projeto Cerdeira Village e, em 2017, um dos finalistas na mesma categoria, com o projeto “10.000 vidas”, a Lousã volta a estar assim entre os finalistas deste concurso de reconhecido mérito.

No total, são 35 os projetos finalistas que vão ser agora avaliados pelo júri nacional, a quem cabe eleger os nove municípios com prémio regional e o Município do Ano 2018.

Os resultados vão ser anunciados a 16 de novembro, no Paço dos Duques de Bragança, em Guimarães, durante a cerimónia de entrega dos prémios.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM