22 de Maio de 2019 | Coimbra
PUBLICIDADE

População desafiada a eleger as delícias de Portugal

10 de Maio 2019

O arroz doce do Baixo Mondego (Montemor-o-Velho), a arrufada de Coimbra, o bolo de Ançã (Cantanhede), a escarpiada (Condeixa-a-Nova), o pastel de Santa Clara (Coimbra), o pastel de Tentúgal (Montemor-o-Velgo) e o pudim das Clarissas (Coimbra) são os sete doces que vão representar o distrito de Coimbra no concurso das “7 Maravilhas Doces de Portugal”.

Das 907 candidaturas recebidas, o painel de especialistas (constituído por 140 personalidades, sete de cada distrito e regiões autónomas) escolheu os 140 doces das finais distritais, que foram divulgados na terça feira e que vão ser agora votados pelo público. A vasta lista foi reduzida a sete doces por distrito e região autónoma.

Em nota divulgada, a organização congratula-se com a forte adesão registada este ano, um “envolvimento sem precedentes de todo o país” neste concurso.

Se existisse uma pastelaria ou confeitaria em Portugal dedicada a confecionar a doçaria portuguesa mais representativa, de maior qualidade e com os sabores que fazem as nossas memórias ou que inovam com produtos da terra, seriam estes 140 doces que encontraríamos nas suas montras”, assegura Luís Segadães. O presidente das “7 Maravilhas” considera que “esta lista e esta eleição permitem valorizar e destacar não só a pastelaria nacional, como as profissões a ela associada”, lançando, por isso, o desafio aos “candidatos à profissão de pasteleiro” para que criem “um doce, com sete camadas, os sete sabores mais representativos do nosso país, de forma a estimular a criatividade e o gosto dos jovens cozinheiros por esta área, cada vez mais criativa e desafiante em Portugal”.

Vai ser um concurso dentro do concurso, em parceria com o Turismo de Portugal, em que esta lista de 140 doces serve de inspiração aos jovens pasteleiros”, assegura.

Estes 140 doces selecionados vão ser agora votados pelo público em 20 programas diurnos, a emitir em direto pela RTP, nos meses de julho e agosto. De cada programa sairá um pré-finalista que passa às semifinais, que estão marcadas para 24 e 31 de agosto. O concurso termina com a Gala Finalíssima, a 7 de setembro, data em que serão eleitos pelos portugueses sete doces como “Maravilhas de Portugal”.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM