13 de Maio de 2021 | Coimbra
PUBLICIDADE

Penela convida a “viajar no tempo”

24 de Maio 2019

O Município de Penela convida população e visitantes a embarcar, este fim de semana, numa viagem pelo passado. A Feira Medieval regressa ao Castelo e ao centro histórico e promete envolver todos aqueles que visitem este certame, onde não vão faltar as vestes, as tradições e os ofícios, bem como os sabores e aromas típicos daquela época.

Promovida pela Câmara Municipal, a Feira Medieval volta a envolver mais de uma centena de participantes nesta recriação histórica que, tal como tem sucedido no passado, procura manter-se o mais fiel possível às suas origens, num rigor histórico que acautela não só as vestes e ornamentos que eram usados naquele período pelas diferentes classes sociais como também os artefactos, os produtos e artes que eram habituais nas feiras medievais.

Este evento volta a aproveitar o cenário natural que esta vila oferece, nomeadamente o seu Castelo e o centro histórico, proporcionando a todos os visitantes “um conjunto único de recriações históricas e de animações ao vivo alusivas à época medieval”.

Dedicada ao tema “O Infante D. Pedro de Avis (1392-1449)”, a feira abre amanhã, às 12h00, com o auto de abertura do mercado, com exposição de artefactos bélicos, panejamentos e acampamento castrense. A partir das 13h00 há “comeres e beberes com sabores de antanho nas tabernas”, que vão funcionar nos dois dias, à hora de almoço e ao jantar, convidando todos a saborear os petiscos e iguarias de então. Do programa de amanhã, dedicado ao “Infante das Sete Partidas”, destaque ainda para a visita do “meirinho e do almotacé às tendas dos mercadores” (14h00); para a espionagem, boatos e pedidos de casamento (15h00), para o cortejo do Infante D. Pedro na partida para a longa viagem (16h00) e para os jogos e folias com a prole da escola de ler, escrever e contar (17h00). Durante a tarde, destaque ainda para a ordenação dos cavaleiros para a viagem das “sete partidas” (18h00) e para as danças mouriscas (19h00). À noite há “bailias e folias” nos terreiros (21h00), seguindo-se o assalto ao Castelo (22h00), a Carta de Bruges (23h00), malabares de fogo (23h30) e, a encerrar, a ronda dos belequins (24h00).

No domingo, dia dedicado ao “Regente do Reino”, os “folguedos” começam, às 12h00, com arruada de trovadores, seguindo-se a leitura da Carta da Feira e a bênção do mercado. Durante a tarde, destaque também para as “bailias e folias” (14h00), para a afronta de D. Afonso, duque que Bragança (15h00), e para o toque a rebate do duque de Coimbra, para que se reúnam as hostes (15h30). O programa segue com a exaltação dos ideais de D. Pedro de Aviz pelos “gambuzinos” (16h00), com danças mouriscas (16h30), jogos e folias (16h30), ordenação de cavaleiros e infanções (17h30) e adubamento de cavaleiros para a Guerra Civil (18h00). Será ainda reconstituída a batalha de Alfarrobeira (18h30), seguindo-se o rito de encerramento dos festejos e folguedos (19h00) e a selagem das pipas em homenagem às hostes do ducado de Coimbra (19h30).

Com 25 anos de história, esta é uma das feiras medievais mais antigas do país, sendo organizada em parceria com o Agrupamento de Escolas Infante D. Pedro e da Associação de Pais, envolvendo assim tanto a comunidade escolar como as famílias. Trata-se de um evento com grande tradição em Penela, que atrai todos os anos muitos visitantes ao concelho.


  • Diretora: Zilda Monteiro

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D - Eiras 3020-430 Coimbra

Powered by DIGITAL RM